Ainda falando de ….

Projeto Interdisciplinar

Extraído do blog A arte de Ensinar

COM OS ÍNDIOS APRENDEMOS

Justificativa

A Escola precisa conhecer e valorizar a pluralidade sócio-cultural brasileira reconhecendo entre outras a contribuição da cultura indígena para o patrimônio do nosso pais.
“Com os índios aprendemos”… os alunos da Educação Infantil e Fundamental I tiveram oportunidade de pesquisar a vida e costumes indígenas não como uma sombra longínqua, perdida no tempo da chegada dos portugueses, mas como povos do presente.

Objetivos

Pesquisar usos e costumes indígenas;
Fazer um paralelo através de gravuras da rotina diária de um curumim e os alunos que moram na cidade;
Entender o índio como uma pessoa real e atual;
Aproximar a realidade da vida indígena da criança branca, evitando discriminação; Relacionar a influência indígena presente na alimentação, vocabulário e nos costumes;
Apreciar a arte indígena.

1. SENSIBILIZAÇÃO:
Através da poesia ilustrada (que pode ser composta pelas crianças e ilustrada com pesquisa de figuras), as crianças despertaram o interesse para a vida e os costumes desses brasileirinhos.

2. LEVANTAMENTO DAS CURIOSIDADES DOS ALUNOS SOBRE O TEMA

3. ATIVIDADES DE PESQUISA
Pesquisar usos e costumes indígenas através de figuras, vídeos, etc.

ATIVIDADES DE LÍNGUA PORTUGUESA:
Estudo do vocabulário indígena presente na linguagem do nosso dia-a-dia, construindo um vocabulário ilustrado;

Exploração de lendas indígenas, versinhos, poesias, encenação de uma lenda;

Interpretação de cenas do cotidiano dos índios relacionando com a rotina diária da criança;

Relato com desenho;

Construção de texto coletivo com os conhecimentos adquiridos.

Oficinas
Usando macarrão colorido os alunos confeccionaram colares;

A culinária foi vivenciada através de receitas a base de frutas e legumes;

Criação de um “cantinho indígena” que mostrou objetos de fabricação indígena e a arte indígena;

Vivência de danças indígenas e músicas destacando os aspectos da batida e da formação circular;

Oficina de brincadeiras como peteca, cama de gato, zum zum.

Culminância

Ao final os alunos poderão encenar uma dança indígena usando os adornos feitos por eles.

FONTE: Escola Carl Rogers

CANTE UMA MÚSICA DIFERENTE NO DIA DO ÍNDIO

Sugestão da Professora M R Kraemer

Tu Tu Tu Tupi
Cocoricó
Composição: Helio Ziskind

Tu Tu Tu Tu
Tu Tupi

Todo mundo tem
um pouco de índio
dentro de si
dentro de si

Todo mundo fala
língua de índio
Tupi Guarani
Tupi Guarani

E o velho cacique já dizia
tem coisas que a gente sabe
e não sabe que sabia

e ô e ô

O índio andou pelo Brasil
deu nome pra tudo que ele viu
Se o índio deu nome, tá dado!
Se o índio falou, tá falado!
Se o índio chacoalhou
tá chacoalhado!
e ô e ô

Chacoalha o chocalho
Chacoalha o chocalho
vamos chacoalhar
vamos chacoalhar
Chacoalha o chocalho
Chacoalha o chocalho
que índio vai falar:

Jabuticaba Caju Maracujá
Pipoca Mandioca Abacaxi
é tudo tupi
tupi guarani

Tamanduá Urubu Jaburu
Jararaca Jibóia
Tatu
Tu Tu Tu
é tudo tupi
tupi guarani

Arara Tucano Araponga Piranha
Perereca Sagüi Jabuti Jacaré
Jacaré Jacaré
quem sabe o que é que é?
– …aquele que olha de lado…
é ou não é?

Se o índio falou tá falado
se o índio chacoalhou
tá chacoalhado
e ô e ô

Maranhão Maceió
Macapá Marajó
Paraná Paraíba
Pernambuco Piauí
Jundiaí Morumbi Curitiba Parati
É tudo tupi
Butantã Tremembé Tatuapé
Tatuapé Tatuapé
quem sabe o que é que é?
– …caminho do Tatu…
Tu tu tu
Todo mundo tem
um pouco de índio
dentro de si
dentro de si

Todo mundo fala
língua de índio
Tupi Guarani
Tupi Guarani

e ô e ô
e ô e ô

PARA OUVIR A MÚSICA ENTRE AQUI EM SEGUIDA CLIQUE EM Hélio Ziskind – Meu Pé Meu Querido Pé
Abrirá uma nova janela com uma relação de músicas. Clique no terceiro “alto falante” e escute.

Modelos para trabalhar a dengue com os pequeninos

Extraítdo da Oficina de Criatividade

MOLDE

PEQUENO PRÍNCIPE – Muito bom de relembrar

O Prominp tem mais oportunidades para quem quer crescer.

Você que já participou do Processo Seletivo do Plano Nacional
de Qualificação Profissional do Prominp tem mais uma oportunidade de se especializar no setor de petróleo e
gás natural.
As inscrições para o 3º ciclo de seleção pública estarão abertas
de 7 a 25 de abril de 2008 e poderão ser feitas no site www.prominp.com.br ou nas agências dos Correios listadas no Edital Seletivo Público. São mais de 15 mil vagas para cursos do nível básico ao superior, em 13 Estados do país.

Lembre-se que os cursos são inteiramente gratuitos e que o Prominp oferece bolsas-auxílio de R$ 300 a R$ 900 para os alunos que estiverem desempregados.

A taxa de inscrição do Processo Seletivo Público é de R$ 19
para cursos de nível básico, R$ 33 para nível médio, técnico e inspetor, e R$ 50 para nível superior.

Todos os detalhes sobre o Processo Seletivo estão no Edital, disponível para consulta no site do Prominp e nos locais
de inscrição

Outros canais de informação: Central de Atendimento da Cesgranrio: 0800 701 2028 (somente durante o processo seletivo) e “Fale Conosco” do site do Prominp.

Divulgue este processo seletivo aos seus amigos e aproveite junto com eles mais esta oportunidade de melhorar o seu currículo.

Educação de SP define concurso para supervisor de ensino
Edital será publicado no Diário Oficial do Estado neste sábado (12).
Salário é de R$ 2.400,00; candidatos devem ter no mínimo 8 anos de magistério

Do G1, em São Paulo

Secretaria de Estado da Educação de São Paulo abrirá concurso público para 372 vagas de supervisor de ensino, com salários iniciais de R$ 2.400,00. Neste sábado (12), serão publicadas no Diário Oficial do Estado as instruções normativas da seleção, incluindo regras sobre a prova e bibliografia a ser estudada.

Confira lista de concursos e oportunidades

Tire suas dúvidas sobre concursos públicos

O supervisor de ensino tem a função de analisar os indicadores educacionais das escolas, além de integrar as unidades com a Diretoria de Ensino. Os supervisores visitam regularmente as escolas e auxiliam na aplicação dos projetos da secretaria. Atualmente a secretaria tem cerca de 1.300 supervisores de ensino.

Para participar do concurso o candidato deverá ter no mínimo 8 anos de magistério, sendo 2 no exercício de cargo de suporte pedagógico (trabalho de organização da escola), ou 10 anos de magistério (10 anos como professor). Além disso, deve ter licenciatura plena em pedagogia ou mestrado ou doutorado na área de educação, além de ter concluído especialização na área de educação.

As inscrições para o concurso deverão ser feitas serão via internet. No Diário Oficial do Estado será publicado o edital do concurso, incluindo o endereço eletrônico para inscrições, taxas, datas e horários.

O concurso prevê uma prova objetiva e outra dissertativa, a serem realizadas no mesmo dia, nas Diretorias de Ensino, com temas como gestão escolar, ação supervisora e legislação.

TEM ARTIGO NOVO NOAQUI VOCÊ DESABAFA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *