Falando sobre piolho/ paralisia infantil

PIOLHO

Fonte: Cambitolandia

Se há um bicho que tem que ser completamente dizimado, esse bicho é o piolho!
O piolho, suas larvas ou lêndeas (os ovos da coisa!) podem infestar qualquer região de pelos do corpo. São bichos cinza-escuro que se movimentam com facilidade e se alimentam de sangue. Sua picada coça horrivelmente.

Os ovos chocam em uma semana, e os bichos começam a se reproduzir duas semanas depois.
Os piolhos são transmitidos por contato direto com pessoas infestadas, ou através de objetos como escovas, pentes e roupas.

Como tratar:

1. Lave o cabelo da criança com xampu ou loção própria, receitada pelo pediatra. Cada um tem um jeito de ser usado, por isso leia a bula com cuidado. Esses produtos não costumam matar os ovos (só matam os piolhos)!
2. Misture vinagre morno a um condicionador. Quando aplicado e abafado por meia hora, o vinagre dissolve a camada que envolve o ovo, impedindo a fixação da lêndea no fio de cabelo. Passe o pente fino em seguida e retire piolhos, larvas e ovos o melhor possível.
3. A lavagem, o vinagre e o pente fino devem ser feitos todos os dias, durante vários dias. Mesmo se você achar que já acabou com a infestação, deve continuar examinando os cabelos de seu filho uma vez por semana.
4. Se vir que a cabeça de alguém está coçando ou que tem pequenas feridas na nuca, retome o tratamento e inspecione os outros membros da família – a coisa pode ter passado para os outros…
5. Ferva ou enxágue com água quente a roupa de cama de quem estiver com a infestação, e depois passe tudo com ferro bem quente.
6. Limpe bem o pente usado para retirar os piolhos, e deixe-o separado das demais pessoas da casa.
7. Por ser uma infestação que se espalha rapidamente, o ideal é que a criança infestada seja afastada da creche até que não haja mais nenhum bichinho ou ovo em sua cabeça.

PROJETO PIOLHO

Extraído do Ensinando e Aprendendo

MODELOS PARA FAZER CARTAZES OU ENVIAR RECADO

PROJETO CAÇA AOS PIOLHOS

Esse problema ocorre geralmente em crianças de idade escolar. O professor é capaz de diagnosticar nos alunos e de orientar as famílias sobre os procedimentos para combatê-lo.

Cabe a ele, assim, manter os cuidados pra evitar a transmissão para as criançs e a eliminação dos piolhos, tomando, par isso, algumas atitudes como:

Alertar – sobre a transmissão e as epidemias comuns em escolas.

Orientar – sobre a higiene adequada a ser realizada para a eliminação dos piolhos e das lêndeas.

A pediculose é de fácil transmissão na escola por causa dos contatos constantes entre os colegas nas atividades, quando realizadas coletivamente.

Essa turminha é demais. Chega pra arrasar. Provocam coceiras e irritações horriveis

VEJA COMO SE PODE PEGAR:

Mas podemos combatê-los, evitá-los. É só seguirmos alguns conselhos. Vejamos:

ATIVIDADE

DIA 14 DE JUNHO É DIA DE VACINAÇÃO CONTRA A POLIOMIELITE

Poliomielite (Paralisia Infantil)

Fonte: Saúde e vida online

A Poliomielite, também chamada paralisia infantil, é uma doença grave causada por um micróbio que entra no corpo da pessoa sadia pela boca.

É uma doença que passa de uma pessoa para outra com muita facilidade. O Micróbio sai do corpo do doente principalmente pelas fezes, ou ainda quando o doente tosse, espirra ou fala.

A poliomielite começa como se fosse um resfriado. A pessoa tem febre, vomita e sente dores no corpo. Na maioria das vezes, a doença fica só nisso; não se agrava. Mas, Mesmo que o doente não piore, está espalhando o micróbio da doença.

Algumas vezes, o micróbio entra o corpo da pessoa, e a doença pode se agravar e aparecer a paralisia de uma perna ou de outras partes do corpo. Nesses casos, quando o doente não morre, fica paralítico ou defeituoso.
Lúcia Helena Salvetti De Cicco

SÁBADO PRÓXIMO ACONTECE CAMPANHA CONTRA PARALISIA – 14/06/2008

Pais e responsáveis por crianças de zero a cinco anos devem ficar atentos para o Dia D da 1ª Etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a paralisia infantil, que ocorrerá no próximo sábado, dia 14.

A população pode procurar a unidade básica de saúde mais próxima de casa para imunizar os pequenos. Neste dia, o cartão de vacina será fundamental, portanto, os pais e responsáveis devem levá-lo. Mesmo se as crianças já tiverem recebido a gotinha em campanhas anteriores é importante que sejam imunizadas.

IMPORTANTE:

1º Etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite: 14 de junho de 2008

2º Etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite: 9 de agosto de 2008
Campanha Nacional de Vacinação contra Rubéola: 25 de agosto a 3 de outubro de 2008.

Faça um Zé Gotinha e distribua para os alunos, assim, ninguém esquecerá de tomar a vacina.


Extraído do Brincando e Educando

3 thoughts on “Falando sobre piolho/ paralisia infantil

  1. Gostei muito do site min ajudo muito no trabalho da escola mais o problema e que eu tenho que escreve e não so imprime.

    MAIS VALEU ASSIM MESMO

  2. Muito boas essas atividades para as crianças, eu trabalho com um dispositivo chamado LouseBuster para eliminar piolhos.

    Cybele Reply:

    Olá Dan, tudo bem?

    Obrigada por enriquecer o nosso espaço.
    O seu comentário é muito importante.
    Volte sempre!
    abraços
    Equipe Educa Já!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *