Festa Junina

PARA SE INSCREVER NO CURSO CLIQUE AQUI

Acenda a fogueira do seu coração que a festa já vai começar!

Site do Menino Maluquinho

E aí compadre e comadre? Estão preparados para a festa junina? O meu arraial já está prontinho, tem história, música, dança, brincadeiras e, é claro, muita comida gostosa! Quer ver?

História

Você sabe por que as festas juninas receberam esse nome? Todo mundo conhece a história de que elas são chamadas de juninas por acontecerem no mês de junho. Mas o que pouca gente sabe é que, antigamente, na Europa, a comemoração era conhecida como festa joanina em homenagem ao nascimento de São João Batista.

Mais tarde, os portugueses incluíram São Pedro e Santo Antônio nas festanças e também outros elementos, como as grandes fogueiras, que serviam para afastar as pragas agrícolas e trazer boas colheitas, os fogos de artifício e as bombinhas, que espantavam o mau-olhado, e os balões coloridos, que levavam pedidos aos santos.

As festas de junho são comemoradas em três datas principais:
· 13 de junho – festa de Santo Antônio;
· 24 de junho – festa de São João;
· 29 de junho – festa de São Pedro.

É claro que, como os brasileiros adoram festas, qualquer dia do mês de junho é dia de comemorar e, do norte ao sul do país, as barraquinhas de guloseimas vão surgindo, a música toca alto e a dança vai até o sol raiar! E viva São João!!!

Quitutes

Festa junina não é festa junina se não tiver muitos e variados quitutes. Huuummm… Só de pensar, fico com água na boca! Apesar de ter muitas coisas em comum, a culinária típica das festas juninas não é igual em todas as regiões do Brasil. No Norte, por exemplo, o biju e a tapioca são os quitutes mais saboreados nessas ocasiões. No Sul, o pinhão é a sensação das festas. No Sudeste, é o pão de queijo que faz sucesso. Na Região Centro-Oeste, a pamonha não pode faltar e, no Nordeste, o apetite dos festeiros é estimulado com muito cuscuz, cocadas, bolinhas de jenipapo e amendoim. Nas festas do meu bairro, cada um leva um prato.

A mãe do Junin faz pé-de-moleque e o pai da Carol sabe cozinhar uma canjica maravilhosa. A vó da Juju gosta de fazer receitas com milho verde: ela faz milho cozido, pamonha e bolo de milho. É tudo muito gostoso! Minha mãe é especialista em bolo de fubá, e eu também sei fazer algumas coisinhas gostosas. Nessa festa, eu vou levar a pipoca e a paçoca, que são receitas deliciosas e fáceis de fazer! Aí vai a minha receita de paçoca para que você também possa colaborar com um prato típico na sua festa junina:

Paçoca

Ingredientes:

1 quilo de amendoim torrado sem casca e sem pele
2 xícaras (chá) de açúcar
1 xícara de farinha de mandioca
1 colherinha de sal

Modo de preparar:

Misture todos os ingredientes e passe-os, aos poucos, no processador de alimentos ou no liquidificador até que se tornem um pó fino. Coloque a mistura em forminhas para moldar as paçoquinhas ou em canudinhos de papel. Pronto, agora você já pode se deliciar com essa receita simples e gostosa!

Quadrilhas

A quadrilha foi trazida para o Brasil pela Corte portuguesa e, inicialmente, era dançada apenas pela nobreza. Com o tempo, ela foi se popularizando, e a dança servia para representar o dia-a-dia dos trabalhadores da roça e os perigos e dificuldades que eles enfrentavam a caminho do trabalho. Além da quadrilha, outros tipos de dança também animam as comemorações juninas, como, por exemplo, o forró no Nordeste, o cateretê na Região Sudeste, o cururu na Região Centro-Oeste, o vaneirão no Sul e o boi-bumbá, que aquece os festejos do Norte brasileiro. E, quando falamos em dança, não podemos esquecer das cantigas que todos gostam de cantar e que alegram as festas. Essas duas são as minhas preferidas:

Pula a fogueira

Pula a fogueira, Iaiá
Pula a fogueira, Ioiô
Cuidado para não se queimar
Olha que a fogueira
Já queimou o meu amor.

Capelinha de Melão

Capelinha de Melão
É de São João,
É de cravo, é de rosa,
É de manjericão.

São João está dormindo,
Não me ouve não,
Acordai, acordai, acordai João.

Brincadeiras

Sem dúvida nenhuma, essa é a parte da festa que eu mais adoro! Quem é que não gosta de corrida de saco, tiro ao alvo com bolinha de meia, pescaria, pau de sebo e corrida com ovo na colher? E ainda tem a brincadeira da cadeia, em que pagamos para prender nossos amigos ou as pessoas que estão atrapalhando a nossa diversão. Para sair, “o preso” tem que pagar também e, se não tiver dinheiro e ninguém quiser pagar para que ele saia de lá, pode contar que vai ficar lá a festa inteira! A brincadeira que os tímidos mais gostam é o correio elegante, pois é uma ótima forma de mandar recadinhos apaixonados para a pessoa de que estamos gostando. Mas o correio elegante não é só para namorados. Também podemos enviar mensagens, poesias e charadas para nossos amigos e familiares.

Infelizmente, nem todas as brincadeiras são divertidas e acabam bem. A cada ano que passa, os acidentes, incêndios e queimaduras aumentam muito durante o período das festas juninas por causa dos balões e dos fogos de artifício. Além disso, fabricar, vender ou soltar balões é proibido por lei. Quem cometer esse delito, além de ter que pagar uma multa, pode ficar preso (em uma cadeia de verdade) por um a três anos. Por isso, no meu arraial, brincadeira perigosa não entra de jeito nenhum! E, como eu gosto muito de balões, aprendi a fazer uns lindos, coloridos, divertidos, fáceis e que não causam nenhum tipo de acidente, nem para as pessoas e nem para a natureza! Então, mãos à obra, clique aqui para fazer o seu balão!

CONVITES

Fonte: Pra gente miúda

CLIQUE NAS FIGURAS PARA VÊ-LAS AUMENTADA

QUADRINHAS E DESAFIOS

NOITE DE SÃO JOÃO

NOITE FRIA DE JUNHO,
NOITE DE SÃO JOÃO,
PRA ESQUENTAR O FRIO,
VAMOS TOMAR QUENTÃO!

QUANTA ALEGRIA,
NA NOITE DE SÃO JOÃO,
VAMOS PULAR A FOGUEIRA,
E SOLTAR MUITO ROJÃO!

O BALÃO É PERIGOSO,
CRIANÇA NÃO SOLTE NÃO,
INVENTE OUTRA BRINCADEIRA,
PRA NOITE DE SÃO JOÃO!

Lá vem festa junina!

Pronto! Lá vem de novo as festas juninas!
Vão me vestir de mendigo,
Com uma roupa remendada,
Amassar o meu dedão,
Numa botina apertada!
E sujar a minha cara,
Com bigode de carvão…

Que baita humilhação!
E, depois, vem o pior:
vou ter que dançar quadria,
Abraçado com a Maria,
E rever minha vergonha,
em vídeo e fotografia!!!

Que destino apavorante,
é enfrentar cara a cara,
uma menina sardenta,
com trancinha de barbante!

Socorro, São Pedro!
Me acuda, Santo Antônio!
Me salva, São João!

Desafio do Zé Vicente

Maricota dos rabichos,
Nunca vi cabelo assim!
Isto é trança ou é palha
Muita seca de capim?

Zé Vicente, falador,
Eu não sei se é de fato,
Mais bonito o meu cabelo,
Ou o seu pé de pato!

Ô mocinha, deixa disto,
Eu não sou tão falador!
O meu pé é muito grande,
Porque sou bom caçador!

Zé Vicente, caçador,
Onde está a valentia
De quem fugiu de uma onça,
Lá no mato outro dia?

Pro meu pé, não olhe não,
Vem depressa ser meu par.
Ele é grande mas eu garanto,
Que ainda serve pra dançar…

Minha gente, até logo,
Vamos contentes brincar,
Sempre fomos bons amigos,
Não precisam duvidar!

A DANÇA DA PENEIRA

HOJE É DIA DE SÃO JOÃO,
VAMOS MENINA PENEIRAR,
A FESTA SERÁ ANIMADA,
QUANDO A SAIA BALANÇAR!

BALANÇA PRA LÁ,
BALANÇA PRA CÁ,
BALANÇA PRA LÁ,
DEIXE A POEIRA LEVANTAR!

DEIXE A PENEIRA NO CHÃO,
DÊ UMA VOLTA NO LUGAR,
PEGUE DEPRESSA A PENEIRA,
VOLTE LOGO A PENEIRAR!

BALANÇA PRA LÁ,
BALANÇA PRA CÁ,
BALANÇA PRA LÁ,
DEIXE A POEIRA LEVANTAR!

JOGUE A PIPOCA PRA CIMA,
VOLTE LOGO A PENEIRAR,
ELAS PULAM, PULAM, PULAM,
NINGÉM PODE SEGURAR!

BALANÇA PRA LÁ,
BALANÇA PRA CÁ,
BALANÇA PRA LÁ,
DEIXE A POEIRA LEVANTAR!

CASAMENTO CARPIRA

Padre – A noiva tá chegando! Vamo batê parma pr’ela, pessoar!!! Cadê o noivo ???

Noiva – Ai mãe, ele num vem, acho que vou dismaiá… (simula um desmaio e é acudida pela mãe e pela madrinha. O pai da noiva faz um sinal para o delegado se aproximar e cochicha alguma coisa em seu ouvido. O delegado concorda com a cabeça.)

Delegado – Pera aí seu padre; eu já vô buscá ele. (sai acompanhado por dois soldados armados de espingarda e cassetetes. Em seguida entra o noivo encurralado pelo delegado, que permanece no altar, grande parte da cerimônia, para que o “condenado” não fuja.)

Padre – Bão, vamo começá logo esse casório. Ocê, Ciquinha Dengosa, promete, de coração, prá marido toda vida, o Pedrinho Foguetão?

Noiva – Mas que pregunta isquisita seu vigário faz prá mim… Eu vim aqui mais o Pedrinho num foi prá dizê que sim???

Padre – E ocê Pedrinho, que me olha assim tão prosa, qué mesmo prá sua esposa a Sinhá Chiquinha Dengosa?

Noivo – Num havia de querê, num é essa minha opinião mas, se não caso com a Chiquinha , vô direto pro caixão… (diz isso olhando de esguelha para o delegado, que segura uma espingarda)

Padre – Então, em nome do cravo e do manjericão, caso a Chiquinha Dengosa com o Pedrinho Foguetão! E Viva os noivos!

Convidados – VIVA!!! (conforme os noivos passam, os convidados jogam arroz)

Padre – E vamo pro baile, pessoar!!!

QUADRILHA

CLIQUE NAS IMAGENS PARA VÊ-LAS AUMENTADA

PAINÉIS

CONVITES

Fonte: Oficina de Criatividade<

12 thoughts on “Festa Junina

  1. Ola, voces estão de parabens! Todo o blog está um “arraso” de bom. Tudo que eu queria para as festas juninas, esta aqui. Obrigada, beijos.

    Cybele Reply:

    Olá Ednah, tudo bem?

    Obrigada pelo carinho do comentário.
    Fico muito feliz que tenhas gostado.
    Volte sempre que quiser.
    abs

  2. por favor,quero apresentar uma dança com peneiras na festa junina,quem canta essa musica da peneira,preciso gravar.,Obrigada

  3. amei tudinho, era tudo o q eu queria para a festa junina muito obrigado bjoos

    Cybele Reply:

    Olá Ennayar, tudo bem?

    Obrigada pelo carinho do comentário e por acompanhar o Educa Já!
    Volte sempre!
    abraços
    Equipe Educa Já!

  4. Adorei tudo que foi apresentado, mas gostaria de saber qual é o ritmo da dança da peneira.

  5. Adorei as sugestões para São João. Parabéns, PARABÉNS.
    VOU FAZER O CASAMENTO CAIPIRA.

    Cybele Reply:

    Olá Dione, tudo bem?

    Obrigada pelo carinho do seu comentário.
    Continue acompanhando o Educa Já!
    abraços
    Equipe Educa Já!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>