DIA NACIONAL DO LIVRO

DIA NACIONAL DO LIVRO foi escolhido para ser comemorado no dia 29 de outubro por ser a data de aniversário da fundação da Biblioteca Nacional, que nasceu com a trasferência da Real Biblioteca Portuguesa para o Brasil, no ano de 1810.

O Escritor Francês Daniel Pennac é um dos grandes romancistas da actualidade francesa. Para além de uma vasta obra romanesca, Pennac faz incursões por outros géneros como o ensaio, o teatro, o conto, a fábula e a banda desenhada. Mas, é no âmbito do ensaio, que vos sugiro o livro intitulado “Como um romance”. De um modo peculiar, quase poético, Pennac atenta nos porquês da inapetência dos jovens de hoje para a leitura. Problemática, aliás, sobejamente discutida pelas famílias, professores, órgãos de comunicação social, enfim, pelos mais variados actores sociais intervenientes no processo educativo. O autor aborda a questão com sentido de humor mas, ainda assim, séria e demonstra que o verbo ler é avesso ao imperativo e como tal não pode ser conjugado por obrigação. Assim, ler é/deve ser um prazer, desenvolvido, de preferência, desde muito cedo e “em vos alta”.

Leia abaixo os Direitos Imprescritíveis do Leitor formulado por Daniel Pennac:

Fonte: Casa do Psicólogo

1. O direito de não ler..
2. O direito de pular páginas.
3. O direito de não acabar de ler o livro.
4. O direito de reler.
5. O direito de ler qualquer coisa.
6. O direito ao bovarismo* .(doença textualmente transmissível)
7. O direito de ler em qualquer lugar.
8. O direito de pinçar qualquer trecho do livro.
9. O direito de ler em voz alta.
10. O direito de se calar.

* Bovarismo: tendência que certos individuos apresentam de fugir à realidade e imaginar para si uma personalidade e condições de vida que não possuem, passando a agir como se a possuissem (Dicionário Houaiss).

Recebi esta postagem do Grupo Leitura & Escrita do qual pertenço e compartilho com vocês, uma vez que é totalmetne pertinente às comemorações do Dia Nacional do Livro:

Livro para Voar lança 134 postos de BookCrossing
em 6 cidades do país e estimula a perda de livros

Impulsionado no Brasil pela ALE, que doará 6.750 livros, o movimento tem como proposta democratizar a leitura e levará o país a ser a maior rede de BookCrossing fora dos EUA.

São Paulo, outubro de 2008 – O Brasil está prestes a se tornar a segunda maior zona de BookCrossing do mundo – nome do movimento internacional que motiva as pessoas a esquecerem livros em locais públicos para que possam ser encontrados e lidos. A partir de 14 de outubro, o movimento Livro para Voar libertará 6.750 livros, somando 20 títulos, em 134 postos da marca Ale nas cidades de Natal, Belo Horizonte, São Paulo, Curitiba, Vitória e Rio de Janeiro. Estes postos servirão como pontos oficiais de troca ou, como foi batizado no Brasil, de Postos Oficiais de Troca.
O movimento começará em Natal e integrará as outras praças aos poucos. Com essa doação de livros feita pela Ale, o Brasil, que está no 19º lugar do ranking mundial do site do movimento (até agora contabiliza 133 livros trocados), deve ocupar o lugar do Reino Unido, segundo na colocação, com 6.200 livros libertos. O primeiro lugar permanece com os EUA, país sede do movimento, com 13.750 livros em troca. O projeto Livro para Voar prevê ainda a criação do hotsite www.livroparavoar. com.br, onde as pessoas poderão acompanhar a viagem dos livros e o que os leitores estão comentando sobre as obras.

Conceito BookCrossing – Assim como o Booking Crossing, o Livro para Voar tem o objetivo de transformar o mundo em uma biblioteca livre. Ele segue não só o conceito como também a fórmula da comunidade internacional: o desapego. Integrantes da comunidade Booking Crossing são munidos de um sentimento de desejo de libertar livros, não só os que são repetidos ou esquecidos nas gavetas, mas aqueles que fazem parte da cabeceira, ou que foram importantes no curso da vida.
No Livro para Voar, os integrantes filiam-se de graça e registram na internet os livros que querem libertar, escolhendo quando e onde vão deixá-los. Ao encontrar um exemplar do projeto Livro para Voar, é preciso visitar a aba do site “Achei um livro”. Lá, deve-se digitar o número BCID presente na etiqueta, ver por onde esta obra tem andado e o que as pessoas acham dela. Depois de ler, recomenda-se registrar também sua opinião e, claro, “perder” novamente o livro para que ele continue sua viagem. Quando terminar, o atual leitor deve libertar o livro, como fez o anterior. E o livro pode ser deixado em qualquer área livre que o leitor desejar. Quem encontrar, vê na primeira página o convite para cadastrá-lo. E assim começa uma um novo ciclo.

Sobre a ALE – A AleSat Combustíveis, detentora da marca ALE, ocupa a quinta posição no ranking das distribuidoras de combustíveis no Brasil. Com uma rede de cerca de 1.200 postos em 22 Estados brasileiros, a companhia opera por meio de 45 bases de distribuição. Por mês, a empresa, que gera 10 mil empregos diretos e indiretos, comercializa e distribui 300 milhões de litros de combustíveis a 5 mil clientes, entre postos com sua bandeira e também de bandeira branca, além de grandes consumidores. A sede jurídica da companhia fica em Natal (RN) e a sede administrativa está localizada em Belo Horizonte (MG).

Serviço:
www.livroparavoar. com.br

Datas de começo do BookCrossing nos Postos ALE:

Natal – 15 de outubro – 14 postos
São Paulo – 29 de outubro – 58 postos
Belo Horizonte – 31 de outubro – 30 postos
Rio de Janeiro – 29 de outubro – 24 postos
Curitiba – 31 de outubro – 5 postos
Vitória – 31 de outubro – 3 postos

Títulos Doados pela ALE para o BookCrossing:

O Diário de Anne Frank, de H. Frank e Mirjam Pressler
O Poderoso Chefão, de Mario Puzo
A Casa das Sete Mulheres, de Leticia Wierzchowski
Diário de Bridget Jones, de Helen Fielding
O Pianista, de Weadislaw Szpilman
Príncipe das Marés, de Pat Conroy
Sex And The City, de Candace Bushnell
O Milagre dos Pássaros, de Jorge Amado
A Misteriosa Chama da Rainha Loana, de Umberto Eco
Ministério do Silêncio, Lucas Figueiredo
Jorge Amado, Um Baiano Romântico e Sensual Biografia, por Zélia Gattai
O Homem Ideal, de Dean Buckhorn
O Presente, de Spencer Johnson
Turbinado, de David Magee
Coragem para Amar, de Maria Helena Matarazzo
Transgressões, de Uzma Aslam Khan
O Outro Lado de Mim, de Sidney Sheldon
Na Companhia de Estranhos, de Robert Wilson
Ecologia do Medo, de Mike Davis
Inimigo Brutal, de Jack Higgins

Mais informações:
Sobre o BookCrossing da ALE – www.livroparavoar. com.br
Fan Comunicação – 11 5505-0807
Roberta Paixão – roberta@fan. inf.br – 11 8501-9955
Adriana Cardoso – adriana@fan. inf.br – 11 9626-2287

ASSESSORIA ALE
Interface Comunicação Empresarial – 31 3211-7500
Délio Campos – delio@interfacecomu nicacao.com. br – 31 3211-7521/ 9238-4206

PARA QUEM MORA AQUI NA REGIÃO DE CAMPINAS TEMOS GRANDE EVENTO HOJE À NOITE:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *