Mulher de A a Z #diadamulher

Para acessar os posts mais antigos sobre o Dia Internacional da Mulher clique AQUI

Mulher de A a Z

Mulher que sabe ser Amada e Amante. Que se mantém Bonita mesmo com a correria do cotidiano. Sempre Companheira e Carinhosa não importando as intempéries da vida. Sabe ser Doce nos momentos especiais e Dura principalmente se o que está sendo ameaçado é a sua família. Enfatiza suas regras e não abre mão delas, porém torna-se Frágil a um simples toque de mão. Gosta de tudo que é bom, porém emociona-se diante de uma simples florzinha colhida em um jardim qualquer. Habilidosa, sempre tem um dom aflorado e Ideias não lhe faltam para mimar os que lhe são queridos. Seu senso de Justiça está sempre ativo e não poupa esforços para defender sua “cria”. Suas ideias Kantianas lhe dão subsídios para o entendimento humano propiciando um Lecionar contínuo na formação dos que a rodeiam. É Mãe acima de tudo e de todos. Em momentos especiais é Namoradinha e Namoradeira encantando quem escolheu para ser seu companheiro. De Opinião forte e segura é a base de sustentação da sua família. Como Pacifista está sempre à frente das grandes causas e seu Querer é a alavanca para grandes ações. Romântica está sempre pronta para comemorar datas significativas e a Solidão não lhe é boa companheira. Suas Tarefas são intermináveis principalmente se for uma mulher de aquário, e por vezes se torna Utopista na esperança de que tudo se encaixe da melhor maneira. Vigilante, está sempre atenta a tudo que a cerca e à sua família. É como se tivesse um Wattímetro interior capaz de medir as correntes maléficas que possam se aproximar. Xereta por natureza sabe de tudo que acontece pelo mundo (pelo menos nos assuntos que lhe interessa). E se tem um filho “Geração “Y” se esforça em torna-se “Y” para entendê-lo.
Faz tudo isso porque adora ser Zelosa com os que ama.

A mulher, embora possa ser descrita através do alfabeto não consegue ser decifrada.
A dicotomia que traz dentro de si é que a torna maravilhosamente inexplicável.

Sou mullher, e me orgulho muito disso!

Cybele Meyer

Esta é minha homenagem a todas as Mulheres Professoras e Mães.

Mulheres que compõem o quadro acima

Ao centro: Leila Diniz
Acima da esquerda para a direita
Anita Garibaldi, Cora Coralina, Pagú, Cacilda Becker
abaixo: Chiquinha Gonzaga e Zuzu Angel
abaixo: Anita Malfatti e Elza Soares
última linha: Derci Gonçalves, Zilda Arns, Bertha Lutz e Yolanda Penteado

9 thoughts on “Mulher de A a Z #diadamulher

  1. O cara faz um esforço desgraçado para ficar rico pra quê?
    O sujeito quer ficar famoso pra quê?
    O indivíduo malha, faz exercícios pra quê?
    A verdade é que é a mulher o objetivo do homem.
    Tudo o que eu quis dizer é que o homem vive em função de você.
    Vive e pensa em você o dia inteiro, a vida inteira. Se você,mulher, não existisse, o mundo não teria ido pra frente.
    Homem algum iria fazer coisa alguma na vida para impressionar a um outro homem, para conquistar um sujeito igual a ele, de bigode e tudo.
    Um mundo só de homens seria o grande erro da criação. Já dizia a velha frase que "atrás de todo homem bem-sucedido existe uma grande mulher". O dito está envelhecido. Hoje eu diria que "na frente de todo homem bem-sucedido existe uma grande mulher".
    É você, mulher, quem impulsiona o mundo.
    É você quem tem o poder, e não o homem. É você quem decide a compra do apartamento, a cor do carro, o filme a ser visto, o local das férias. Bendita a hora em que você saiu da cozinha e, bem-sucedida, ficou na frente de todos os homens.
    E, se você que está lendo isto aqui for um homem, tente imaginar a sua vida sem nenhuma mulher. Aí na sua casa, onde você trabalha, na rua.
    Só homens.
    Já pensou?
    Um casamento sem noiva? Um mundo sem sogras?
    Enfim, um mundo sem metas.

    Feliz dia

  2. Belíssimo texto! Parabéns a você, que é mulher de luta e de vida!
    Beijinhos!
    Olímpia ?

  3. Olimpia querida,

    Obrigada pelo carinho de sempre.
    Parabéns para você também que é esta mulher tão especial.
    beijinhos

  4. Pingback: Cybele Meyer :: Falando Sobre... 100 anos de Pagú

  5. Pingback: Dia Internacional da Mulher – Atividades | Educa já

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *