Acidentes domésticos

O Ministério da Saúde realizou uma pesquisa nos hospitais da rede pública sobre os acidentes envolvendo crianças de 0 a 9 anos e por incrível que pareça, o maior índice de acidentes ocorre dentro de casa.

As quedas são as campeãs envolvendo tropeções, pisadas em falso e desequilíbrio atingindo 47% dos acidentes. Normalmente a cabeça é a parte do corpo mais atingida (44%), vindo em segundo lugar os braços (315) e as pernas em terceiro com 13,7%.

No caso das lesões as mais frequentes são os cortes e lacerações (26%), as contusões (22%) e as fraturas com 17,2%.

O número acidentes domésticos envolvendo adolescentes até 14 anos é maior do que os casos de violência na rua. Este é um dado importante porque os pais focam sua preocupação muito mais fora do que dentro de casa.

Seguem algumas dicas de prevenção a acidentes domésticos:

1.Recolha brinquedos e outros objetos do chão;

2.Fixe os tapetes com fita adesiva dupla-face ou forro de borracha antiderrapante;

3.Seque qualquer líquido que for derramado no chão;

4.Não deixe objetos nas escadas;

5.Coloque portão de segurança no topo e embaixo da escada (principalmente quem tem criança pequena em casa);

6.Evite brincadeiras de risco, como em escadas, telhados, varandas ou na cama;

7.Não deixe menores de 6 anos dormirem na parte de cima do beliche;

8.Instale dispositivos de segurança nas janelas;

9.Não coloque berço ou outro móvel próximo à janela.

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo

Post publicado originalmente no Mãe com Filhos em fevereiro de 2009

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *