É na escola que o Bullying acontece

É muito importante que os pais se mantenham informados sobre o Bullying para poder identificar e saber como agir caso seu filho esteja sendo vítima dele.

Não esperem que seu filho(a) venha lhe dizer que está sofrendo Bullying na escola porque quem sofre o Bullying se mantém calado por intimidação, porém a mudança de comportamento é o primeiro sintoma da existencia da prática do Bullying.

Ninguém está livre de ser vitima de Bullying, por isso leia algumas orientações extraídas do livro “Crianças e Adolescentes Seguros” da Sociedade Brasileira de Pediatria, editado pelo Publifolha
– se suspeitar que seu filho está sofrendo bullying, pergunte diretamente a ele
– fique atento aos possíveis sinais e sintomas
– faça um registro diário dos incidentes
– afirme com confiança, quantas vezes for necessário, que você ama a criança e que ela não é culpada por sofrer bullying
– não concorde com o pedido de manter o bullying em segredo
– converse com a direção ou professor se o bullying estiver acontecendo na escola
– ajude seu filho a praticar estratégias de defesa, como gritar “não” e retirar-se do local com confiança
– dê a seu filho a chance de expressar seus sentimentos sobre o problema
– reúna-se com outros pais e discutam o que pode ser feito para cessar o bullying
– crie condições para encontrar-se com o filho, no caso de o bullying ocorrer a caminho da escola
– peça para que o(s) autor(es) seja(m) retido(s) na escola, para que seu filho tenha a chance de chegar em casa em segurança
– pergunte a seu filho se ele gostaria de ter aulas de defesa pessoal, caso você entenda que isso possa ajudá-lo em sua autoconfiança
– verifique se seu filho está tendo atitudes que provoquem a ira do autor
– incentive seu filho a convidar um colega para ir a sua casa, criando novas amizades
– se precisar de ajuda, entre em contato com profissionais ou instituições especializadas

Há também o Cyberbullying o qual as ameaças e agressões são realizadas através de mensagens via celular, MSN, Orkut ou qualquer outra mídia.

Se você quer se aprofundar no assunto Bullying há vários textos e vídeos sobre o assunto aqui no blog Educar Já!

O vídeo abaixo apresenta os diferentes tipos de ações utilizadas pelo autor do Bullying para agredir e intimidar suas vítimas.

Este post foi originalmente  publicado no Mãe com Filhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *