Praia em São Paulo para comemorar o dia do Rio Tietê

Quem sempre acompanhou o meu outro blog Falando Sobre lembra que  naveguei no Rio Tietê no Dia do Meio Ambiente e relatei a experiência no post Projeto Navega SP. Foi incrível e vale a pena reler o post.

Agora venho fazer um novo convite:

Amanhã, dia 22 de setembro, todos estão convidados a comemorar o DIA DO RIO TIETÊ.

Tragam suas roupas de banho, óculos escuros, protetor solar, cadeiras de praia, esteiras e venham vestidos como se estivessem descendo para o litoral, só que na verdade, nesta quarta-feira a praia estará na Marginal Tietê, junto da Ponte das Bandeiras.

A Fundação SOS Mata Atlântica comemora o Dia do Tietê (22/09), na próxima quarta-feira, das 9h às 13horas, promovendo a segunda edição da “Praia no Tietê”. A iniciativa tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade para a importância do rio e dos esforços que vêm sendo feitos para despoluir e reintegrá-lo ao cotidiano das cidades por onde passa, ao longo dos seus 1.100 quilômetros, em especial no trecho da Marginal na cidade de São Paulo. “O Rio Tietê está marginalizado e isolado da população na região Metropolitana de São Paulo. Queremos mostrar que na medida em que vai sendo recuperado contribui para melhoria da paisagem urbana e pode ser uma opção para o transporte coletivo e atividades de lazer junto as suas margens”, explica Malu Ribeiro, coordenadora da Rede das Águas da SOS Mata Atlântica.

Além da representação do cenário de ‘Praia’, com guarda-sóis, cadeiras e esteiras para os banhistas, no canteiro que margeia o rio Tietê ao longo da Marginal (entre as pontes das Bandeiras e Cruzeiro do Sul), barcos navegarão no Tietê, da barragem da Penha à Ponte das Bandeiras, com a participação especial da equipe de aventura da Canoar e do esportista Dan Robson. Neste ano haverá também a simulação de uma ciclovia, com o objetivo de mostrar que é possível criar um corredor seguro para ciclistas e pedestres, com acessos junto às pontes. “O dia 22 também é o Dia Mundial Sem Carro e devemos lembrar que o rio também poderia ser uma alternativa de transporte coletivo, favorecendo a mobilidade na cidade de São Paulo”, comenta Malú.

A utilização dos canteiros nas marginais do Tietê possibilita que a população estreite os laços com o rio e com a cidade ao redor, percebendo que cada um é responsável pela manutenção desse patrimônio por meio de cobranças de políticas públicas voltadas a qualidade de vida, às prioridades que são indicadas para os candidatos aos cargos eletivos e também no que se refere ao consumo sustentável, a reciclagem e uso da água.

A “Praia no Tietê” é realizada pelo programa Rede das Águas da SOS Mata Atlântica, voltado à mobilização social para gestão integrada da água e da floresta, fortalecimento e aprimoramento de políticas públicas e campanhas do setor, e onde estão inseridos os projetos relacionados ao tema água, que tiveram início com o Núcleo União Pró-Tietê.

Projeto de despoluição do Tietê

O rio tem sido palco das ações de mobilização da sociedade desde 1991, quando a SOS Mata Atlântica em parceria com a Rádio Eldorado reuniu 1.200.000 assinaturas num abaixo-assinado entregue ao Governo do Estado de São Paulo.

O projeto de despoluição do rio Tietê teve início em 1993 e está entrando na sua terceira etapa. No trecho do rio que compreende a Capital, ao longo das Marginais, poucos avanços são percebidos por quem transita ou vive nessa região, mas um dos maiores incômodos causados pelo odor já diminuiu significativamente, a ponto de possibilitar a realização de performances como essa e o planejamento de ações integradas de transporte público com navegação, ciclovias e parques lineares junto às margens do rio.

Não deixe de passar por lá para prestigiar o movimento e parabenizar o Rio Tietê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *