Somos o que queremos ser

O vídeo abaixo prova que nada é empecilho quando se tem a convicção do que se quer, assim como tudo se torna um empecilho quando não se quer fazer algo.

Esta postagem é a minha homenagem aos mineiros chilenos que estão sendo resgatados.

É fato que a mente envelhece em ritmo bem mais lento do que o corpo quando a mantemos em constante estímulo tanto emocional quanto cognitivo. Esta senhora, de 87 anos, nos mostra o quanto a mente tem o poder sobre o corpo.


Não fazemos idéia do quanto somos capazes.

Já dizia o dito popular de que “Querer é poder”.


Assim como ela há aqueles que participam de maratonas, competem na natação, remo e tantas outras modalidades, bem como aqueles que têm o poder de superação diante dos infortúnios. Outro exemplo a ser seguido é o do Oscar Niemayer que aos 102 anos comprou um piano e está aprendendo a tocar.


Enquanto tivermos a posse do nosso maior bem – A VIDA – devemos aproveitá-la, segundo por segundo, deixando de lado as lamentações, superando as dificuldades, empenhando-nos para realizar nossos sonhos. Agindo assim, não nos livramos dos problemas, mas os enfrentamos de forma menos dolorida.


O maior exemplo de fé, de solidariedade humana, de vontade de viver nos está sendo mostrada pelos mineiros do Chile que estão sendo resgatados desde a madrugada de ontem.

Ao invés de virem todos barbudos, trazendo a dificuldade enfrentada durantes estes dois meses de confinamento sem perspectivas concretas de sairem vivos estampadas no rosto, eles chegam barbeados e entusiasmados com a nova oportunidade de vida que estão tendo. Este está sendo o maior exemplo da força que o ser humano tem e de seu respeito pela vida.


Minha homenagem a estes homens de fibra e de exemplo de superação vai através deste momento alegre registrado no vídeo abaixo.

Deliciem-se com o espetáculo e nunca se esqueçam de que “somos tudo o que queremos ser”.

2 thoughts on “Somos o que queremos ser

  1. Exemplo vivo de superação, auto estima e amor a vida.
    Uma professora na faculdade me falou… só fazem conosco o que deixar-mos fazer.
    Por isso ao lapidar as “pedras” preciosas que temos em nossas mãos devemos ter conciencia do que queremos ou qual lugar queremos para elas.

    Amei o video, muito obrigada pela oportunidade de sentir essa emoção. Tenhão uma ótima semana!

    Cybele Reply:

    Olá Marli, tudo bem?

    Obrigada pelo carinho das palavras e por participar ativamente do nosso espaço.
    Realmente é uma lição de vida, não é?
    Continue acompanhando o Educa Já!
    beijinhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *