Debatendo sobre Gerações Interativas

Luciana Cavalini – Rene Silva – Ivelise Forim – Priscila Gonsales – Volney Faustini – eu e Michel

Gerações Interativas – Nada mais será como antes este foi o tema do debate realizado pelo EducaRede, um programa da Fundação Telefônica, que trouxe pessoas super especiais como  Rene Silva – Morador do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, publica o jornal A Voz da Comunidade e é dono do perfil no Twitter, @Rene_Silva_RJ, que ficou nacionalmente conhecido ao fazer a cobertura em tempo real da invasão vista de dentro da favela.

Ivelise Fortim – É professora da Faculdade de Psicologia e do Curso de Jogos Digitais da PUC-SP e Membro do NPPI (Núcleo de Pesquisas de Psicologia e Informática da Clínica Psicológica) da PUC-SP.

Volney Faustini – Empresário, consultor, autor e administrador de Empresas formado pela Fapei, atualmente é diretor da FIT (Faustini, Inovação e Tecnologia). Organizou e editou o e-book “Filhos seguros, pais tranquilos”, disponível gratuitamente para download na Internet.

Luciana Cavalini – É especialista de Responsabilidade Social Corporativa da Telefônica, membro do Fórum Gerações Interativas, e jornalista. Trabalhou nos jornais Folha de S. Paulo e Gazeta Mercantil.

Moderadora: Priscila Gonsales – Jornalista, tem mestrado em Educação, Família e TIC pela Pontifícia Universidade de Salamanca (Espanha) e atua na área de Educação desde 1997, principalmente em organizações do 3º Setor. É também pesquisadora do Cenpec e responsável pela coordenação do Programa EducaRede Brasil.

O ponto alto do encontro foi Rene Silva que com todo seu carisma encantou a todos. Rene contou que sua ideia de fazer um jornal começou na escola quando tinha apenas 11 anos. O jornal escolar deu tão certo que ele levou a ideia para o Morro do Alemão com a iniciativa de manter a população de lá informada e também com o objetivo de ajudar a resolver os tantos problemas que lá existem. Foi por este motivo que batizou o jornal de  A voz da Comunidade. Como um legítimo nativo digital integrante da Geração Y e possuidor de blog e Twitter acabou ampliando suas notícias para a web. Pois foi ao noticiar tudo que estava acontecendo no Morro do Alemão no início do ano – Nov 2010 com a visão de quem estava de dentro da favela, que Rene foi parar na reportagem do Jornal Nacional como vocês podem ver abaixo.

Também foi debatido o fato de que qualquer pessoa pode ser autor na web e qual a responsabilidade que se tem diante desta possibilidade. Ivelise Forim falou sobre esta realidade e partilhou o exemplo de uma menina de 12 anos que tem uma comunidade no Orkut onde relata sua visão de mundo, sua rotina e outros assuntos para 40 mil seguidores.

Será que ela consegue ter noção do que significa escrever para 40 mil pessoas? Será que ela tem orientação em casa sobre quais assuntos ela pode abordar expondo sua intimidade?

Em relação à parceria, apoio e orientação dos pais Luciana Cavalini falou um pouco sobre a Cartilha para o uso devido da net lançada pela Fundação Telefônica e que serve de respaldo para pais, principalmente, que não têm muita intimidade com a internet.

Volney Faustini que é um grande estudioso desta geração conectada falou sobre o comportamento do jovem e da interação que pode existir entre os jovens nativos digitais e os adultos, imigrantes digitais.

Também passou um vídeo que vale a pena ver:

Aproveitei este momento enriquecedor e falei sobre este modelo no Mãe com Filhos com o título Um exemplo a ser citado e seguido.

Logo mais às 17h45 tem outro debate super interessante sobre “Experiências de educação e Cultura Digital, vale conferir.

Para assistir este debate integralmente acesse este link http://tv.campus-party.org/player-brasil.php?v=YKMfZ1HJgRQ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *