O que é de todo mundo também é meu

Mudar hábitos comportamentais é como uma engrenagem que só funciona quando todos os “dentes” estão alinhados. Vejamos o exemplo: O fato de os lava-carros darem o lixinho de carro que fica encaixado no câmbio, sempre que realizam a lavagem, está contribuindo para que as pessoas joguem menos lixo pela janela do veículo. Há 20 anos jogar lixo pela janela do carro era um comportamento normal, pelo menos para a grande parte das pessoas. Hoje quando vemos alguém fazendo isto sentimos grande aversão por este comportamento. O mesmo acontece quando a pessoa está andando a pé e joga um papel no chão. Esta atitude chama a atenção da maioria das pessoas. Isto porque estamos interiorizando que a rua também é de nossa propriedade e que se queremos caminhar na limpeza, devemos cooperar para isto.

Agora que estamos em período de férias há campanhas “Praia limpa” o qual há estudantes e voluntários destribuindo “lixinhos” para que as pessoas não joguem lixo na areia e nem no mar. Além desta distribuição há aqueles que andam pela beirinha da água juntando a sujeira que muitas vezes é jogada ao mar pelos passageiros dos navios.

Se a criança for educada a não jogar nada no chão da sua casa, acabará agindo da mesma maneira na rua, que também é sua. Minhas filhas, muitas vezes, quando não encontram uma lixeira por perto acabam colocando o papel de bala dentro da bolsa ou no bolso da calça.

O mesmo cuidado deve ocorrer quanto a não pisar na grama, não pichar os muros das casas, não quebrar os bancos das praças, os telefones públicos, enfim tudo aquilo que é disponibilizado para o uso de todos.

Ter esta consciência do “cuidar” faz com que tudo esteja sempre em perfeitas condições. É bom lembrar que todo reparo acaba saindo no nosso bolso mesmo, portanto vamos cuidar com carinho da nossa rua e da nossa cidade.

As academias de ginástica montadas para a terceira idade instaladas em diversas praças em diferentes cidades do Brasil devem ser usadas adequadamente e com responsabilidade tanto no abuso em relação ao corpo quanto à conservação. É comum ver crianças usando estes aparelhos de forma inadequada colocando em risco o próprio corpo e comprometendo o bom funcionamento dos aparelhos.

Orientar os filhos a usar com responsabilidade o bem comum é dever dos pais, afinal o que é de todo mundo também é meu.

3 thoughts on “O que é de todo mundo também é meu

  1. Adoro seu blog, sou seguidora. Amei este post, quando todos tiverem essa consciência, faremos um país melhor.
    Se possível viste e siga meu blog
    http://teacherjaquelinefragozo.blogspot.com/

    Abração

    Cybele Reply:

    Olá Jaqueline, tudo bem?

    Obrigada pela visita e pelo carinho das palavras.
    Já fui conhecer o seu espaço e adorei!
    Parabéns!
    abs e volte sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *