Workshop e Prêmio Educadores Inovadores

Equipe do Instituto Paramitas na 6ª edição do Prêmio Educadores Invoadores

Ontem, 03 de agosto de 2011, participei do Workshop de Educação Microsoft Brasil 2011 que após uma simpática abertura feita por Emilio Munaro – Diretor de Educação Microsoft Brasil – chamou Michel Levy – Presidente da Microsoft Brasil que fala da importância do evento para a Educação brasileira.

Ao falar sobre a Educação no Brasil afirmou que 14% dos universitários escolhem cursos na área de educação, porém somente 3% dos cursos são excelentes.

Mencionou também que a falta de acesso é o principal motivo pela baixa adesão dos educadores aos recursos tecnológicos.

Em seguida, abrindo o Painel 1 veio ao palco Angela Dannemann – Diretora da Fundação Victor Civita, que traçou uma linha do tempo da Educação falando que em

1998 – Lançado os PCNs como primeira tentativa de Matriz Curricular Nacional

2005 – Criada a prova Brasil para todas as escolas urbanas

2007 – É criado o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica)

2009 – Ampliação da obrigatoriedade da oferta para 4 a 17 anos (da Educação Infantil ao Ensino Médio)

2011 – PNE 2011 – 2020 estabelece 20 metas para a educação nacional

Logo após veio o Dr. Mozart Ramos – Presidente do Movimento Todos pela Educação que iniciou contanto “casos” que descontraiu toda a plateia.

Em seguida lança a pergunta: “Qual é a educação que precisamos para o Brasil que queremos?” “E qual é a escola pública que você gostaria de ter?” Resposta: A escola que você colocaria o seu filho.

Segue fazendo várias provocações e dizendo que se não se tornar a carreira do professor atraente, não se atingirá os resultados esperados na educação. Afirmou que “O jovem quer uma escola que caiba na sua vida, que tenha um ensino articulado com a realidade.

Finalizado abre-se Perguntas e Respostas com a participação de quem estava acompanhando via web e também de quem estava presente.

Rafael Parente – sub-secretário de Projetos Estratégicos da Secretaria de Educação do Rio de Janeiro é o próximo a subir no palco e fala sobre a Educopédia e o sucesso que está fazendo nas salas de aula do Rio de Janeiro.

O salão 1 e 2 da Microsoft Brasil estava lotado com aproximadamente 500 pessoas assistindo.

Antes do evento começar pudemos visitar os stands com a Exposição dos Projetos Finalistas 2011 e seus professores responsáveis.

Não pude ficar até o final porque tive formação numa escola de São Paulo, mas segue abaixo a lista dos Projetos Finalistas por categoria:

CATEGORIA: INOVAÇÃO EM CONTEÚDO

Nome do projeto: Louva-a-deus – Um Inseto Misterioso

Autor:Noemí de Araújo Bauer

Nome da escola: Escola Estadual de Educação Básica Amélio Fagundes

Localização: Independência – RS

O trabalho de ciência teve como objetivo a observação do inseto louva-a-deus, com o propósito de desmistificar lendas e explicar sua importância ecológica no meio ambiente. A professora da turma desenvolveu uma Web Quest com todas as dúvidas e curiosidades dos alunos encaminhadas por e-mail a um pesquisador especialista em artrópodes. Depois as informações foram discutidas via MSN e em textos no Word, os alunos descreveram o conteúdo aprendido para divulgarem no blog do projeto.

Nome do projeto: Saúde na Escola

Autor: Marcelo Luiz de Souza

Nome da escola: Escola Fundação Bradesco – RJ

Localização: Rio de Janeiro – RJ

O projeto procura romper a concepção de que a disciplina de Educação Física é apenas uma forma de recreação, objetivando aulas que estimulem os alunos a adquirirem autonomia e conhecimento sobre sua própria saúde. Utilizando as TICs e com a troca de informações pelas redes sociais, foi possível a sistematização dos processos que envolvem a cultura corporal. Com esse conhecimento, os alunos estruturaram folders informativos no Word, para divulgação, além de criarem um blog para disponibilizar esses materiais.

Nome do projeto: Resgatando o Folclore

Autor: Ana Paula KrumelHuzalo

Nome da escola: Instituto Estadual de Educação Vasconcelos Jardim

Localização: General Câmara – RS

Com base nos estudos realizados sobre folclore, nas disciplinas de Língua Portuguesa, …

continue lendo

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>