Descolaai #ConsumoColaborativo

Nós que temos o compromisso com a sustentabilidade e que sempre estamos falando sobre a mudança de comportamento em prol da saúde e qualidade de vida do nosso Planeta não nos cansamos de abordar os três “erres” do consumo consciente: Reciclar, Reutilizar e Reduzir.

O consumismo excessivo é um forte contribuinte para o crescimento do lixo uma vez que o consumidor se deixa envolver pelas novidades do mercado descartando o produto que comprou, muitas vezes em perfeito estado. O descarte também é um grande problema para o consumidor, pois na maioria das vezes não consegue identificar o lugar correto para realizá-lo. Embora se saiba que o descarte inadequado de aparelhos eletrônicos e demais produtos pode comprometer a vida do nosso Planeta e a nossa saúde, as orientações de como e onde descartar não são do conhecimento da população que acaba se desvencilhando dele de forma errada ou deixando-o guardado, sem uso, em sua casa mesmo.

Pois quero compartilhar com vocês o melhor caminho para esta problemática, pois além de privilegiar aqueles que gostariam de possuir algo que tanto sonham e que está tão longe da sua realidade possibilita a interação, a partilha e a colaboração que são habilidades do século XXI e que devem integrar o cotidiano de todos nós.

Estou falando do conceito de Consumo Colaborativo que o DescolaAí.com está trazendo para o nosso país. A ideia é que os produtos sejam usados por mais pessoas e que com isso se prolongue a vida útil do produto evitando, inclusive, o uso de novas matérias-primas.

Na verdade:

“Essa ideia nasceu nos Estados Unidos, nos anos 2000, como uma alternativa ao modelo de consumo excessivo que marcou a sociedade norte-americana nos anos 80. Lá, por exemplo, há mais de 50 milhões de furadeiras no mercado e, em média, cada uma delas é usada em toda a sua vida útil, de 6 a 13 minutos.”

O DescolaAí.com já veio para o Brasil em julho deste ano possibilitando que pessoas ALUGUEM objetos para suas necessidades iminentes, ou seja, eu tenho um produto e o disponibilizo para ser alugado. O outro precisa usar este produto, então o aluga, usa e depois devolve.

Esta ideia deu tão certo que o DescolaAí.com está oportunizando outra possibilidade – A TROCA, aumentando as possibilidade de negócios colaborativos entre seus usuários.

Neste primeiro momento o DescolaAí.com está focado em produtos de cunho cultural.

“Ao acessar a plataforma de trocas, o usuário busca os produtos que gostaria de obter (entre livros, CDs, DVDs e Games). Depois disso, ele informa o que tem para dar em troca. Assim que a oferta e a demanda são identificadas, o sistema coloca os dois usuários em contato, para que combinem como será realizada a troca. Nessa transação, o DescolaAí.com cobra uma taxa de R$2,00 de cada usuário. “Nessa primeira fase, optamos por produtos culturais porque seu valor financeiro é mais fácil de ser mensurado para que os usuários não se sintam prejudicados”, afirma Guilherme Brammer, diretor do portal.”

E se você pensa que pára por ai está enganado, pois a plataforma conta ainda com a opção dos usuários criarem grupos privados e corporativos para as trocas.

Sócios de um clube, alunos de um colégio, moradores de um bairro, etc, podem criar um Grupo Privado de trocas. A pessoa que criar o grupo torna-se o moderador. Ele aprova ou não a adesão de um novo participante pela pontuação que essa pessoa terá no DescolaAí.com já. A identidade da pessoa permanece em sigilo, conforme a Política de Privacidade do portal. Por exemplo: eu tenho listado oito itens de troca, e de avaliação tenho cinco estrelas. Se o moderador julgar que estou apto, passo a fazer parte deste determinado grupo. Já um Grupo Corporativo é formado por colaboradores de empresas e a adesão de membros se dá a partir do e-mail corporativo. “Os grupos pressupõem que as pessoas tenham uma afinidade o que estimula as trocas pela confiabilidade e praticidade que a ferramenta proporciona”, afirma o executivo.

DescolaAí.com já disponibiliza para aluguel produtos como equipamentos esportivos, ferramentas, barracas de camping, brinquedos, móveis infantis, eletrônicos, entre tantos outros. Tanto a versão Trocas, quanto a versão Aluguel possibilitam que os produtos possam ser usados por mais pessoas e mais vezes. “Várias vezes compramos coisas que usamos pouco e que acabam até estragando por falta de uso”, Brammer.

Assista ao vídeo  e constate o quanto é importante colaborar, afinal amanhã você também pode precisar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *