Criança precisa de rotina

Acho muito pertinente falarmos sobre rotina.

Nos dias de hoje, muitas famílias, em razão do emprego que têm, não conseguem desenvolver nenhum tipo de rotina. Há aquela família que muda constantemente de casa, de cidade e muitos até de país. Há também aquela que nunca têm hora para chegar em casa e consequentemente os filhos acabam não tendo nenhum tipo de rotina. Não têm hora para acordar, para tomar café, almoçar e muito menos para dormir.

A falta de rotina dificulta que a criança chegue no horário certo na escola, que leve o material para a aula, que vá de uniforme, e tantas outras situações. Na escola são sempre as mesmas crianças que chegam sem o uniforme. São sempre as mesmas que nunca devolvem o livro na biblioteca, que levam o brinquedo fora do dia combinado e que no dia do brinquedo nunca trazem.

Este comportamento totalmente desencontrado é reflexo da falta de rotina.

O próprio corpo acaba não sabendo ao certo se irá almoçar ou jantar. O sono nunca vem no mesmo horário, e então temos crianças que dormem cada dia mais tarde e consequentemente dão muito trabalho para acordar.

É muito importante que a criança saiba o que irá acontecer com ela no decorrer do dia e isso só é possível em razão da rotina. A falta de rotina ocasiona insegurança na criança e esta insegurança a acompanha durante toda a vida.

A rotina consiste em manter o mesmo hábito desde que o bebê nasce. Ter hora para dormir, para se alimentar, para tomar banho é fundamental para, inclusive, o funcionamento do corpo. Quando a criança tem horário para se alimentar, o intestino funciona com mais naturalidade. Quando se estabelece o horário máximo para a criança ir dormir, o sono começa a se manifestar um pouco antes do horário limite.

O nosso corpo se adéqua à rotina. Se começamos a almoçar todos os dias às 12h, passamos a sentir fome neste horário. É como se ele avisasse que já está na hora de almoçar. Porém se o almoço não tem hora para acontecer, é normal: ou se ter fome o tempo todo ou não ter fome. O mesmo acontece com o sono, e assim por diante.

O mais estimulante em se ter estabelecido a rotina é poder sair da rotina nos finais de semana e nas férias escolares.

Se o dia-a-dia é sempre sem rotina não há qualquer novidade nestas ocasiões.

Acredito que vale a reflexão, não acham?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *