Diga NÃO à Pediculose

Pediculose é uma doença provocada pela infestação de piolhos. Quem tem filho em idade escolar deve sempre ficar atenta, principalmente nas mudanças de estações, que é quando ocorre o maior número de contaminação.

O piolho, ao contrário do que muita gente pensa, não voa e não pula. Mas então como é que acontece a transmissão? Pelo contato pessoal com a pessoa infestada, utilizando objetos de uso pessoal como pente, boné, travesseiro, presilha, almofada e qualquer outro que propicie o contato direto.

Ele é um parasita que se alimenta de sangue humano, que vive em torno de 30 dias e neste período chega a colocar até 300 ovos. É importante prestar atenção ao primeiro sintoma, que é uma coceira intensa no couro cabeludo, principalmente na região da nuca e atrás da orelha.

Tempos atrás o piolho estava associado à falta de higiene, hoje sabemos que não é. Qualquer um pode ter piolho, portanto o melhor a fazer é prevenir. Passar o pente fino nos cabelos molhados pelo menos uma vez na semana é um hábito que deve ser incorporado independente da suspeita. Se perceber que a criança está com piolho, a primeira medida é avisar a escola para que alerte os demais pais, evitando a contaminação.

Não há motivo para ter vergonha, qualquer um pode ter piolho. O mais importante é não deixar que eles se multipliquem. Além da contaminação, o piolho gera um grande desconforto, impedindo uma noite de sono tranquila e causando consequente irritação.

Se for tratar com algum produto químico, peça orientação ao pediatra e não use creolina, querosene e muito menos neocid, que podem intoxicar a criança e até provocar danos mais graves à saúde.

Se quiser maiores informações, acesse o Portal do Piolho e veja algumas dicas dadas por eles:

• Ao eliminar os piolhinhos retirados da cabeça, não os jogue em qualquer lugar. Jogue na privada ou guarde em um vidrinho com álcool. Podem servir para educar pessoas que não conhecem bem os piolhos.

* Ferva ou enxágue com água quente a roupa de cama de quem estiver com a infestação, e depois passe tudo com ferro bem quente.

* Limpe bem as escovas e pentes usados para retirar os piolhos, e deixe-os separados das demais pessoas da casa.

* Nunca use produtos que não sejam de farmácia. Alguns criminosos vendem por aí ‘misturinhas’ de inseticidas agrícolas com xampu. Isso é veneno!

E seu filho já passou por esta experiência? Conte para nós como foi.

2 thoughts on “Diga NÃO à Pediculose

  1. Quando pequena mais ou menos 6 anos, peguei muito piolho. Eu tinha um cabelo bem comprido, quando minha mãe passava o pente fino eu chorava de medo e de horror porque não vencia tantos piolhos e lendias.
    Então minha mãe não teve outra solução. Cortou todo o meu cabelo eu chorava tanto que até hoje não esqueço disso.
    Minha mãe dizia que preferia ver eu careca do que com piolhos.

    Cybele Reply:

    Olá Daniela, tudo bem?

    Obrigada por acompanhar o Educa Já!
    Sua participação enriquece ainda mais o nosso espaço.
    Volte sempre!
    abraços
    Equipe Educa Já!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *