A APRENDIZAGEM COOPERATIVA NA SALA DE AULA – Um Guia Prático para o Professor

Já adorei a frase inicial; “Quem caminha sozinho pode até chegar mais rápido, mas aquele que vai acompanhado com certeza vai mais longe”.

O mercado de trabalho bem como a sociedade espera que a escola habilite os jovens com competências que lhes possibilitem trabalhar em equipe, intervir de forma autônoma e crítica e resolva problemas de forma colaborativa.

Por esta razão é que os autores, durante vários anos, investigaram e atuaram como formadores tendo como objetivo aprofundar a fundamentação teórica da aprendizagem cooperativa. Este olhar atento possibilitou que se entrasse em contato com diferentes estudos existentes no mundo todo em que se demonstrou que a aprendizagem cooperativa pode ser, e é, uma ferramenta pedagógica extremamente eficaz na sala de aula.

A convivência num ambiente onde impera o multiculturalismo e a diversidade, bem como alterações no processo de socialização dos jovens, que cada vez mais ocupam grande parte do seu tempo livre em atividades que facilitam o individualismo e o isolamento, constituem-se como fatores que revelam a importância da escola valorizar a aprendizagem entre os alunos.

Contudo, alguma investigações demonstra que, apesar de alguma tendência para a alteração desta situação, a escola continua a ser uma das instituições sociais que menos se caracteriza pela atividade cooperativa, sendo a competição uma das suas principais características.

O livro apresenta sugestões de atividades de ensino-aprendizagem para diferentes níveis de ensino e para diferentes áreas do saber revelando potencialidades educativas e sugestões de atividades de aprendizagem cooperativa que possam contribuir para que o professor elabore suas próprias atividades.

Vale saber que quando se trabalho em

Grupo,

Respeitam-se uns aos outros

Usa-se um tom de voz suave,

Participa-se e partilha-se;

Oferece-se ajuda e encoraja-se

Virginia Burden diz que “A cooperação é a convicção plena de que ninguém pode chegar à meta se não chegarem todos”.

O livro de leitura gostosa e envolvente aborda as características dos grupos cooperativos, os tipos de grupos de aprendizagem cooperativa, quais os papéis atribuídos aos alunos, o ensino das competências sociais e muito mais.

Para exemplificar vou me valer do tópico Aprendizagem cooperativa em sala de aula cujo foco está em:

  • Como implementar a aprendizagem cooperativa na sala de aula;
  • Qual o papel do professor. Tudo é apontado minuciosamente  item por item.
  • Em seguida o papel dos alunos é muito bem definido.
  • Há sugestões para o estabelecimento de um código de cooperação entre os alunos
  • Há conselhos para iniciar a implementação da aprendizagem cooperativa com sucesso
  • Há a planificação de uma unidade/lição destacando conteúdo pragmático, competências, objetivos, pré-requisitos, tempo, material, reflexão, avaliação e outros.
  • Sugestão de atividade com formulários para serem preenchidos,
  • Modelo para refletir e muito mais

Nos Anexos há sugestões de atividades divididas por séries e temas apontando cada um dos tópicos abordados no decorrer da leitura. As sugestões de atividades são para cada uma das séries do Ensino Básico bem como para o Ensino Médio abordando além das disciplinas convencionais o inglês, filosofia, latim, estudo do meio e algumas atividades para EJA.

Este livro está estruturado de forma a permitir dar respostas às questões que são frequentes quando se quer tornar a aprendizagem cooperativa uma realidade em sala de aula.

Os livros podem ser adquiridos no Brasil na Livraria Saraiva –  http://www.livrariasaraiva.com.br;

zambonibooks@terra.com.br; e

Livraria Cultura:http://www.livrariacultura.com.br

4 thoughts on “A APRENDIZAGEM COOPERATIVA NA SALA DE AULA – Um Guia Prático para o Professor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *