Momento da Educação – Educar com amor e com LIMITES

EDUCAR É DAR AMOR E LIMITES

Falar sobre Limites é importante?

Com certeza, Falar sobre Limites e a falta dele é muito importante nesta época em que os pais se sentem perdidos sem saber qual é a melhor hora para Educar. Vivemos uma época complicada em que os filhos estão crescendo sem qualquer orientação e o resultado de tudo isso acabamos vendo como notícia nos jornais.

Esta geração de pais de hoje é resultado da revolução que aconteceu na educação nos anos 80. Ela passou de um extremo ao outro, ou seja, do não podia nada para o podia tudo, da falta de diálogo para o falatório sem conteúdo, sem base. E as crianças cresceram fazendo tudo do jeito delas.  Cresceram e se tornaram pais e não sabem como educar seus filhos porque não tiveram base, estão sem referência.  E o que é mais interessante é que eles não aceitam o comportamento dos seus filhos que é similar ao deles quando pequenos e acabam “jogando a toalha”.

Qual a maior dificuldade encontrada pelos pais para impor limites?

É dizer NÃO. Eles acreditam que ao dizer NÃO seu filho vai ficar triste e deixar de gostar deles.  E com isso os pais deixam o poder de decisão para os filhos. Acontece que é dever dos pais educar seus filhos. Eles é que têm que mostrar o que pode e o que não pode e quando pode. O filho precisa desta segurança para crescer. É muito importante estabelecer regras e fazer com que sejam cumpridas. Os pais precisam ter muita responsabilidade com o que falam. Tem que ter em mente que se falou tem que cumprir, caso contrário vão falar e o seu filho não vai dar a menor importância. Não haverá respeito.

 A sociedade é feita de regras e quando os filhos passarem a conviver em sociedade terão dificuldades em respeitar estas regras. A criança que faz o que quer, quando quer, como quer e que tem tudo o que quer, vai achar a sua vida muito chata, pois vai depender dela o tempo todo, a decisão. Os pais não podem atribuir esta responsabilidade para os filhos. Esta obrigação é dos pais.

Qual a melhor idade para impor limites?

A bem da verdade desde o nascimento.

Logo nos primeiros meses a criança já começa a se comunicar com os pais, e o limite é proposto através da comunicação.  Qual que é a linguagem do bebê? O choro. Por isso existe uma variedade de choros que os pais vão conhecendo conforme o bebê vai se desenvolvendo. Tem o choro da fome, do sono, da manha, da birra. Então o bebê chora quando está com fome e a mãe lhe dá de mamar. Estabeleceu-se a comunicação. Ele vai chorar quando se sentir incomodado com alguma coisa que pode ser a fralda suja, a vontade de mudar de posição. E a mãe vai e troca o bebê, muda ele de posição. A comunicação continua eficaz.  Ele vai chorar quando quer colo. Não quer ficar no berço. E se a mãe pegar e ficar com ele no colo está estabelecida a comunicação. Toda vez que ele quiser colo vai chorar desse jeito, e se a mãe não o pegar no colo ele vai insistir e vai acabar fazendo birra.

Você pergunta: – Então não vou poder pegar meu filho no colo?

Sim, claro! Não tem coisa mais gostosa do que ficar com o bebê no colo, mas procure pegá-lo quando não estiver chorando. Que é o raro.

Bebê faz birra?

A birra é uma consequência da falta de limites e a birra vem desde bebezinho.

Muita gente acha engraçado a criança pequena, de 1 , 2 anos ficar brava e acaba estimulando este comportamento quando acha graça, provoca, filma. Só que os pais não lembram que ele vai crescer e que vai continuar agindo da mesma forma. Os pais precisam entender que educar é coisa séria e que pode até achar engraçado, mas não deve demonstrar, pois a criança percebe e vai repetir a ação porque quer ter a atenção deles. Vai chegar um momento que os pais não vão mais achar engraçado e a criança não vai entender e vai se sentir perdida com a mudança de comportamento. O contrário acontece se desde a primeira vez os pais chamarem a atenção e explicarem que aquele comportamento é feio e que não vão permitir que isso aconteça. Ele entenderá e não agirá mais desta forma.

A educação é dada em casa e não, por exemplo, no supermercado, no momento da birra. A orientação deve ser dada antes de sair de casa. Faça os combinados. Integre o filho nas compras, faça uma listinha para que ele participe adequadamente das compras. Se ele não sabe ler, faça com desenhos. Dê a ele a incumbência de comprar também coisas saudáveis como, verduras, legumes além da bolacha, salgadinho para que ele se sinta parte integrante o processo. O resultado será o de uma criança envolvida nas compras, com bom comportamento e depois até comerá na refeição os itens saudáveis que ajudou a escolher.

É importante os pais serem parceiros no educar ?

Com certeza! Se a cada comportamento da criança os pais tiverem uma reação diferente eles nunca saberão o que é certo ou não. Se ontem não podia pegar determinado objeto e hoje ele pega e os pais deixam ele não saberá qual é o certo. Por esta razão tudo tem que ser feito de forma consciente. E a parceria entre pai e mãe é muito importante, porque se um disser que pode e o outro disser que não pode a criança sempre irá perguntar para o que autoriza.

A obrigação de educar é do pai e da mãe, juntos, em parceria. Um tem que apoiar o outro para o bem do filho. Com isso eles estarão passando segurança para o filho. Lembre-se: Os pais são o espelho dos filhos, e nunca esqueçam que só dizemos NÃO para aqueles que amamos.

7 thoughts on “Momento da Educação – Educar com amor e com LIMITES

  1. Parabéns!
    Excelente texto que serve para nossa reflexão como educadores e pais. Obrigada

    Cybele Reply:

    Olá Ieda, tudo bem?

    Obrigada pelo carinho do seu comentário.
    Fico feliz em contribuir.
    Continue nos acompanhando.
    abraços
    Equipe Educa Já!

  2. QUERIDA, AMEI POIS TENHO UM FILHO DE 3 ANOS,E QUE ESTA SUA PALESTRA VAI ME AJUDA BASTANTE.

    Cybele Reply:

    Olá Raimundinha, tudo bem?

    Obrigada pelo carinho do seu comentário.
    Fico feliz em contribuir.
    Continue nos acompanhando.
    abraços
    Cybele Meyer

  3. Amei a materia publicado e a realidade de hoje.
    Espero receber mais materias legais assim.

  4. Gostei muito, é um assunto de suma importância, onde falta de limites é constante na vida das crianças,trabalho com a educação infantil, ótima abordagem.

    Parabéns
    Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *