Filho sem autonomia pode ser um aluno protagonista da sua aprendizagem?

É possível o aluno agir com autonomia na escola sendo totalmente dependente em casa?

A chance de você responder não é quase de 100%. Porque não há como ser dependente e agir com autonomia porque uma ação inibe a outra.

Cobramos da escola que ela estimule a autonomia do aluno para que ele seja protagonista da sua aprendizagem.

Excelente!

Agora pergunto: Como conseguir isso sem a colaboração da família?

 Autonomia estimula o protagonismo. E para que a criança e o jovem sejam protagonistas das suas aprendizagens é preciso que a família estimule a autonomia desde os primeiros anos de vida.

Quando eu dava aula no Fundamental 1, e mesmo quando tinha a minha escola de Educação Infantil este tópico era um dos que eu mais insistia nas reuniões:

Valor de ser professor1– Deixe seu filho(a) colocar o uniforme sozinho, colocar a meia e o tênis.

– Deixe seu filho(a) carregar a mochila. Arrumar o material para vir para a escola;

– Faça com que seu filho(a) guarde os brinquedos depois de brincar;

Mas era sempre o mesmo argumento: Não tenho esse tempo. Se eu deixar ele se arrumar sozinho eu chego atrasada ao trabalho.

Quantas vezes presenciei pais trazendo parte do material que o filho esqueceu em casa!

Aluno carregando a mochila dava para contar nos dedos. Quem carregava a mochila, normalmente, era a mãe ou o pai.

E na escola, quando o professor diz que o aluno tem que ser responsável pelo próprio material, que compete a ele o guardar, o cuidar e tantas outras recomendações, o aluno responde que se ele perder ou estragar o pai compra outro.

Caso estude em escola pública, o qual a mesma fornece o material, o aluno responde que a escola tem obrigação de dar outro caso venha a perder ou estragar. Provavelmente está repetindo o que ouve em casa.

A escola pregar que é preciso desenvolver a autonomia do aluno para que ele seja protagonista da sua aprendizagem é fácil, porém há um abismo entre o falar, o querer e o fazer, principalmente porque tanto a autonomia quanto o protagonismo, para estar presente no aluno, é preciso estar presente também fora da escola, ou seja, junto da família.

Para que mudanças na Educação ocorram é preciso que a escola mude, que a família mude e, consequentemente, que o aluno mude.

Então, se queremos alunos agindo com autonomia e sendo protagonista da sua aprendizagem temos que cobrar da família e da escola.

Essa parceria tem que estar sempre presente!

#ValordeSerProfessor #MomentodaEducacao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *