PESQUISA APONTA QUE CONSUMIDOR ESTÁ MAIS SUSTENTÁVEL #TetraPak

De acordo com pesquisa global realizada pela Tetra Pak®, os consumidores de todo o mundo estão cada vez mais conscientes e tomando atitudes para preservar o meio ambiente. O relatório considerou a percepção de mais de sete mil consumidores em 13 países, além da avaliação de representantes da indústria de alimentos e bebidas, do governo e formadores de opinião.

A mudança positiva pode ser percebida principalmente em países em desenvolvimento, onde 32% dos consumidores consideram a preservação do meio ambiente como um indicador de qualidade de vida, contra apenas 12% dos entrevistados dos mercados maduros. Segundo o levantamento, na maioria dos países, inclusive no Brasil, as embalagens cartonadas foram consideradas a melhor opção, em relação ao respeito ao meio ambiente, já que o papel é uma matéria-prima renovável. Além disso, 50% dos consumidores acreditam que o uso do polietileno de baixa densidade (LDPE), conhecido como plástico verde, feito a partir de cana-de-açúcar, irá melhorar ainda mais a imagem das embalagens cartonadas.

Ainda de acordo com o estudo, 37% dos consumidores buscam regularmente selos ambientais, sendo que 54% deles confiam nas informações contidas nas embalagens dos produtos. Este número representa um aumento de quase 20%, em comparação com as opiniões de 2011. Além disso, em todo o mundo, um em cada cinco consumidores reconhece o selo do FSC™ (Forest Stewardship Council™), e associa a imagem com uma gestão florestal sustentável. No Brasil, 90% dos representantes da indústria e 23% dos consumidores reconhecem o selo do FSC™ e sabem qual o significado da imagem, o que reforça a importância desta comunicação nas embalagens.

A pesquisa deste ano também aponta um aumento significativo na valorização dos materiais renováveis, impulsionado pelo recente desenvolvimento de novas tecnologias. Os entrevistados classificam o uso de materiais renováveis – como o plástico verde – como uma das tendências ambientais mais importantes para as embalagens de bebidas. No mundo, mais da metade dos consumidores (73%) está disposta a pagar mais por um litro de leite, desde que seja envasado em uma nova embalagem ecologicamente correta. No Brasil, o número de compradores dispostos a pagar 5% ou mais por esta mesma embalagem sobre para 77%.

De acordo com Dennis Jönsson, presidente e CEO da Tetra Pak®, os resultados do relatório deste ano reforçam a importância de colocar meio ambiente no centro da agenda estratégica da companhia. “Temos um firme compromisso de reduzir nossa pegada ambiental em toda a cadeia de valor, desenvolver produtos sustentáveis e aumentar as taxas de reciclagem. Com este foco, estamos progredindo rapidamente em direção às metas que estabelecemos para nós mesmos em cada uma dessas importantes áreas”, afirma Dennis.

Informações gerais sobre a pesquisa
O levantamento realizado pela Tetra Pak®, em parceria com a Firefly Millward Brown, é realizado a cada dois anos, desde 2005. O relatório traz as considerações de entrevistados dos EUA, Brasil, Reino Unido, França, Alemanha, Bélgica, Holanda, África do Sul, Turquia, Índia, Rússia, China e Japão. A Tetra Pak® utiliza esta pesquisa, a fim de obter uma ampla compreensão das atitudes dos consumidores sobre o meio ambiente e as embalagens, ajudando a garantir uma base sólida para a comunicação ambiental e, finalmente, para orientar sua estratégia e desenvolvimento de novos produtos.

www.nutricaopraticaesaudavel.com.br
www.facebook.com/nutricaopraticaesaudavel
@praticasaudavel

Fundo Itaú Excelência Social (FIES 2012)

Fundo Itaú Excelência Social destina R$ 2,4 mi a organizações que atuam na área de educação em 2012 – INSCRIÇÕES PRORROGADAS 

ONGs interessadas em receber apoio financeiro e técnico devem inscrever-se até 31 de agosto para participar do processo seletivo

Sobre o Fundo – O Fundo Itaú Excelência Social investe em ações de empresas com praticas sociais, ambientais e de governança corporativa diferenciadas. De 2004 até o final de 2012, o FIES terá destinado mais de R$ 20 milhões a programas educacionais de 116 ONGs, beneficiando mais de 22 mil crianças e 2 mil educadores.

O Fundo Itaú Excelência Social (Fies) investirá, em 2012, R$ 2,4 milhões em até 14 organizações não governamentais que atuam na área de educação. Para participar da seleção, as organizações devem inscrever-se até o dia 15 de agosto pelo site http://www.itau.com.br/fies/ ( http://bit.ly/N44c8Q)

Cada instituição selecionada receberá até R$ 120 mil em apoio financeiro, além de suporte técnico, monitoramento e formação de seus gestores. Serão destinados ainda R$ 240 mil ao Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) no Brasil.

Durante o processo seletivo, serão escolhidos projetos de três categorias. Os de educação infantil envolvem ações executadas por organizações registradas nos Conselhos Municipais de Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e destinam-se ao desenvolvimento de crianças com idade até 5 anos. Os projetos de Educação Ambiental dirigem-se à formação de crianças e adolescentes de6 a17 anos com o objetivo de promover conhecimentos necessários para a preservação e melhoria da qualidade ambiental, realizados por organizações registradas nos CMDCAs. Já os de Educação para o Trabalho preparam adolescentes e jovens de 14 até 24 anos para o mercado de trabalho.

Inscrições – Podem participar as organizações não-governamentais que preencham, cumulativamente, os seguintes requisitos: tenham orçamento anual igual ou superior a R$ 120 mil; não tenham fins lucrativos; tenham sido constituídas no Brasil, de acordo com a legislação brasileira, e possuam sede no território nacional; estejam adimplentes com suas obrigações fiscais; sejam responsáveis diretas por um programa social relacionado ao tema educação, cuja implantação tenha sido iniciada há pelo menos dois anos e ainda esteja em execução; formalizem corretamente, até 30 de agosto, a sua inscrição.

O edital e a ficha de inscrição estão disponíveis nos sites www.itau.com.br/fies e www.fundacaoitausocial.org.br.

A História da Matemática #livro #sorteio

Para começar a falar sobre Matemática nada melhor do que fazer uma mágica utilizando números.
Assim sendo, lá vai:

Pense em um número de 1 a 9

Multiplique-o por 9

Se você obtiver um número de dois dígitos some os dois dígitos

Agora subtraia 5

Multiplique o número resultante por ele mesmo.

A resposta é: 16

Quer saber como isso funciona?

Tudo depende de certa mágica dos números: quando se somam os dígitos dos múltiplos de 9 sempre obtemos 9

Ao subtrairmos 5 sempre teremos 4 que multiplicado por ele mesmo dará 16.

Fácil, não é? Mas aposto que num primeiro momento você achou que eu havia feito mesmo uma mágica!

Pois é desta forma interessante e motivadora que a autora Anne Rooney inicia seu mais recente livro  “A História da Matemática” lançado pela M.BOOKS

O livro aborda a Matemática desde a criação das pirâmides até a exploração do infinito numa linguagem extremamente lúdica e envolvente.

Agora te pergunto: Você já contou nos dedos?

Você sabia que é em razão da maioria das pessoas ter dez dedos  que foi desenvolvido o sistema decimal? E sabia também que diferentes culturas, através dos tempos, desenvolveram diferentes maneiras de fazê-lo?

E você saberia me responder Quantos Dedos um Computador Tem?

Pois esta e tantas outras perguntas estão respondidas no livro “A História da Matemática”.

Já imaginou!!

Falando um pouco sobre a Unidade de Medida, Anne Rooney conta em seu livro que:

“Muitos dos primeiros sistemas de medidas da China até a América Pré-Colombiana eram baseados em dimensões do corpo humano ou objetos comuns, como grãos de trigo. Os americanos (e ingleses mais antigos) ainda medem pequenas distâncias em pés…”

Ao falar de Trigonometria a autora menciona que

Os egípcios tinham algum conhecimento de trigonometria, como demonstra a construção de suas pirâmides.

 

Entendendo o Infinito

Tanto o infinitamente grande quanto o infinitamente pequeno (o infinitesimal) tem assustado os matemáticos por dois milênios.

Os gregos odiavam os números irracionais até o ponto, talvez, de assassinar Hipaso por provar que eles existiam.

E para deixar um gostinho de quero mais segue esta provocação abaixo:

Gostou da forma como a Matemática é abordada no livro?

Quer ganhar este livro?

Então deixe seu comentário abaixo, pois ele será sorteado na sexta-feira dia 23 de março de 2012 às 20h

BOA SORTE!

PESSOAS QUE CURTIRAM NO FACEBOOK E TAMBÉM RT NO TWITTER

Os 32 primeiros números são do Facebook os outros seguintes são do Twitter.

Estão juntos porque será sorteado um livro para as Redes Sociais

  1. Ana Maria Vieira
  2. Roseli Basile
  3. Erika Baruco
  4. Jornal E Educação Anj
  5. Haroldo Vilhena
  6. Eugenia Correia
  7. Sonia Cruz
  8. Roseli Basile
  9. Joceane Borges
  10. Regina Stella Barco Inácio
  11. Cláudia Oliveira Tomé
  12. Letícia Rarek
  13. Débora Martins
  14. Lilian Starobinas
  15. Cristiane Grava Gomes
  16. Selma Pupim
  17. Adriano Souza
  18. Aline de Lira
  19. Daniele Alves
  20. Nanci Campos Morais
  21. Adriana Albuquerque
  22. Sant Ana Fernandes
  23. Diogo Menezes Rosa
  24. Deborah Patrocínio
  25. Claudia Martins Garau
  26. Rosana Brigatto
  27. Andréia Adriana
  28. Ana Maria Timbó Muniz
  29. Elisabet Ristow
  30. Márcia Coutinho
  31. Marcos Antonio do Nascimento
  32. Suintila Valiño Pedreira
  33. Maraci Fontana @maracifonta
  34. Renato Machado @remachado17
  35. José Carlos Antonio @profjc
  36. Egui Branco @egui_
  37. Renata Aquino @renataaquino
  38. Portal RP Bahia @portalrpbahia
  39. Anne Almeida @annealmeida
  40. Márcia Carvalhal @marciacarvalhal
  41. ALARP @alarp_brasil
  42. Selma Pupim @selma_pupim
  43. 6ª CRE – Desafios @cre06_desafios
  44. Dd @ddpsil_desi
  45. Ligia Marques @ligiamarqs
  46. Marcello Chamusca @mchamusca
  47. Anamaria Vieira @anamodesto

O ganhador do livro pelas Redes Sociais foi o número

GANHADOR: 32. Suintila Valiño Pedreira

******************************************************

Participantes do blog Educa Já! Será sorteado um livro para o Blog.
Os nomes estão na ordem em que fizeram os comentários:
  1. Maristela Figueiredo Costa Ricci
  2. Neki
  3. Raphaela
  4. Débora Martins
  5. Marcos Antônio
  6. ADIRCE DE SOUSA LOBO ABREU
  7. Severiana Paulino Rodrigues
  8. Lucia Meyer
  9. Marcos Racilan
  10. Eliane
  11. Geanne Ferreira da Silva
  12. caliope ferreira costa
  13. TATIANA GOMES DA SILVA SIQUEIRA GALVINO
  14. HILDA
  15. Hélio Roberto Cavenago
  16. Sonia Cruz
  17. Juliane Madalena Módena
  18. Franciele Lorenço
  19. Maria
  20. José Carlos Antonio
  21. moacir ferreira de Souza
  22. Armelinda Teixeira Magalhães Carvalho
  23. Renato Machado
  24. Rosário
  25. Karla Sampaio Ribeiro
  26. claudete aparecida da silva
  27. Lidiane Silvestre
  28. Flavio Siqueira
  29. MARACI FONTANA
  30. Vitor Pacheco
  31. claudineia dias pereira
  32. Nanci de Campos Moraes

O ganhador do livro pelo Blog foi

Ganhador; 24 – Rosario

 

*******************************************************************

 

Saiba por que a UNINOVE é DEZ

Você que mora na Vila Maria, em São Paulo, há mais de 50 anos pôde acompanhar a trajetória brilhante da Universidade Nove de Julho e que merece ser destacada uma vez que iniciou seus trabalhos com a Escola de Datilografia Anchieta, fundada pelo casal de professores José Storópoli e Lydia Storópoli. A UNINOVE  é o terceiro maior grupo educacional do Brasil e a maior instituição de ensino superior em São Paulo.

Hoje a Universidade Nove de Julho, que continua sob a administração da família Storópoli sendo seu reitor o filho do casal fundador, o Prof. Eduardo Storópoli conta com mais de 3.000 professores e colaboradores técnicos atuando em quatro campi: o da Vila Maria, o do Memorial, o do Vergueiro e o de Santo Amaro em São Paulo, e pelo interior está nas cidades de Bauru, Botucatu, São Manuel e São Roque.

A instituição disponibiliza mais de 50 opções de cursos superiores, todos voltados para as reais necessidades do mercado de trabalho com uma excelente infraestrutura, laboratórios de última geração e um corpo docente altamente qualificado e experiente no mercado de trabalho.

Para saber quais os cursos de GRADUAÇÃO e os SUPERIORES DE CURTA DURAÇÃO que a UNINOVE oferece visite o site clicando neste Link (http://bit.ly/zkeoHl)

 Quando você ouve falar que a UNINOVE é DEZ porque é um mundo de oportunidades, saiba que é embasada na quantidade e qualidade das situações vivenciadas na prática pelos alunos, professores, colaboradores e parceiros se estendendo à comunidade que vive ao redor do campi.

 A UNINOVE,  comprometida com a Sustentabilidade e Responsabilidade social, desenvolve ações sociais que visam atender as necessidades atuais da população. São mais de 70 projetos nas mais diferenciadas esferas formando pessoas comprometidas e conscientes disponibilizando aos jovens instrumentos de crescimento e de qualificação.

 Seu comprometimento vai além da formação, pois a empregabilidade está entre as suas prioridades oportunizando o ingresso de seus alunos no mercado de trabalho. A UNINOVE já encaminhou cerca de 40 mil profissionais e você pode saber mais sobre UNINOVE – estágio e carreira clicando AQUI

Se você tem dúvidas sobre qual profissão escolher saiba que a UNINOVE lhe auxilia na escolha do curso que mais se aproxima do seu perfil através do Projeto Vocações que é um Programa de Orientação Profissional, criado com exclusividade para lhe apoiar no momento de tomada de decisão, que irá definir a sua vida profissional.

Você pode conferir os outros serviços e dicas visitando cada uma das possibilidades que a UNINOVE oferece apresentadas na imagem abaixo.

Confira os cursos de graduação oferecidos pela UNINOVE e venha ser dez você também, afinal a UNINOVE é sempre 10.

Brincadeiras do tempo da vovó #BaudeDiversoes


Não há ocasião melhor do que as férias para se resgatar brincadeiras antigas.

Acho muito pertinente e acredito que temos que nos esforçar em transmitir aos nossos filhos as brincadeiras que fizeram parte da infância dos nossos pais e da nossa também. Hoje, em razão da falta de espaço físico das moradias e da impossibilidade de brincar na rua, estas brincadeiras estão se perdendo.

Brincadeiras como Amarelinha, Cinco Marias, Lenço atrás, Pular corda e tantas outras não fazem mais parte do cotidiano da criançada de hoje.

Estas brincadeiras sempre foram excelentes recursos para o desenvolvimento da noção espacial, da lateralidade, prontidão, concentração, desenvolvimento da coordenação motora, do equilíbrio, do ritmo, habilidades tão importantes para o preparo da criança para a fase da alfabetização.

Também são fundamentais para a socialização. Agem como preparo para o convívio em sociedade. A criança prende a aguardar sua vez nas brincadeiras, a perder, a ganhar, a desenvolver o espírito de equipe e a cumprir regras, quesitos importantíssimos para a formação do indivíduo.

Sei que os games televisivos e o uso do computador também são importantes e desenvolvem habilidades na criança, porém somos seres “projetados” para o movimento e não podemos permitir que a criançada passe horas e horas sentada mexendo somente alguns dedos e piscando os olhos. Temos que estimular o movimento e a socialização. Acredito que saber dosar entre a brincadeira com movimento e os videogames é uma atitude sábia que propiciará um desenvolvimento físico/cognitivo que contribuirão para um rico desenvolvimento.

Também havia o carrinho de rolimã que era sem dúvida um dos brinquedos mais almejados e que todo mundo podia e queria ter, independente do sexo ou da classe social. A brincadeira começava com o fazer o próprio carrinho. A criança nunca fazia sozinha seu próprio carrinho, contava sempre com a ajuda dos amigos que acompanhavam na procura de “matéria prima” dividindo as marteladas no dedo. Depois de pronto, a próxima fase era procurar uma boa ladeira e deixar a gravidade dar a sua contribuição.

Eu tive sorte, pois perto de casa havia ruas de terra que amenizavam as raladuras nos joelhos e cotovelos. Naquele tempo não havia joelheiras e nem capacete, porém a pior parte ficava para a hora do banho onde os “ais” e “uis” sonorizavam as esfregadas para limpar os machucados.

E por falar em machucados, os pais de hoje  não aceitam que seus filhos se machuquem e em razão disso os privam de toda e qualquer situação que possa propiciar um arranhão. Não estou aqui dizendo que quero que as crianças se machuquem, porém joelhos ralados são testemunhos de que a criança tentou superar um desafio e com isso estamos trabalhando a iniciativa, o tentar outra vez, o se preparar para cair e levantar. Afinal a vida adulta exige isso de nós, ou não?

Você pode acessar muitas outras opções de brincadeiras no Baú de Diversões do NINHO Soleil  e acompanhar as sugestões nos endereços abaixo:

Hotsite Baú da Diversão – www.nestle.com.br/PortalNestle/ninhosoleil

Aplicativo Álbum de Figurinhas – www.facebook.com/ninhosoleil?sk=wall

Cybele Meyer – Blog Educa Já | Twitter @cybelemeyer

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Conheça as Embaixadoras da Ninho Soleil

Eliane Ceccon – 1001roteirinhos.com.br – (@1001roteirinhos)

Gisele Barcellos – kidsindoors.blogspot.com – @kidsindoors

Sam Shiraishi – samshiraishi.com – (@samegui)

Monica Brandão – comerparacrescer.com – (@comercrescer)

Tiffany Stica – blogdati.com – (@blogdati)

Misturando as tintas #baudediversoes

A criança se sente atraída pelas cores desde que é bebê. As indústrias de brinquedos, bonecos e móbiles usam e abusam das cores para chamar a atenção das crianças.

Desde pequena adora pintar e desenhar mesmo porque é veículo de expressão e comunicação.

O desenho é o primeiro registro da  linguagem da criança.

Dê uma caixa de lápis de cor para uma criança e veja quanto tempo ela ficará entretida.

Se a opção for pintar com tinta a alegria será ainda maior porque ela terá oportunidade de formar novas cores e esta experiência será maravilhosa.

Quando meus filhos eram pequenos eu forrava a mesa com plástico e colocava as cores primárias para que eles pudessem experimentar as misturas dando origem às secundárias. Eles achavam que eram capazes de fazer mágica!

Esta é uma excelente opção para entreter a criançada neste período de férias, assim como outras sugestões de brincadeiras que você poderá obter no #Baú de diversões do Portal Nestlé o qual já falei AQUI e que estamos retornando hoje após uns dias de recesso em razão das Festas de Final de Ano.

Voltando ao assunto das tintas quero apontar o post “Vamos brincar de carimbo de mão” do Blog da Ti, que  está junto no #Baú de diversões,e que compartilhou uma atividade de carimbo de mão proposta pela escola e realizada pelo seu filhote, o qual deixei meu comentário com foco pedagógico.

Se você optar por entreter seus filhos com esta atividade saiba que há uma grande variedade de tintas. Há os guaches que podem ser usados com pincel e há os em tubos, excelentes para preencher espaços pequenos e fazer contornos. Se não quiser usar pincel, pode cortar pedaços de esponja ou fazer carimbos usando rolhas ou batatas.

Há os potes de pintura a dedo ideal para as crianças menores de 3 anos.

Tem também as famosas aquarelas onde a criança molha o pincel na água e raspa nas pastilhas coloridas.

No meu tempo havia também livrinhos que molhávamos o pincel na água e passávamos na paisagem e ela ia ficando colorida. Será que ainda existe? Era vendido nas bancas de jornal.

Esta brincadeira além de ser muito atraente desenvolve a sensibilidade, a imaginação e a criatividade.

Você também pode fazer sua própria tinta, caso queira. É só misturar amido (Maizena) em um pouco de água fria e mexer até virar um mingau. Não precisa ir ao fogo.  Você irá controlar a textura da tinta através da quantidade de água tornado um mingau mais ou menos ralo.  Então é só colorir com anilina na cor desejada e colocar em potes.

Não deixe de compartilhar conosco contando como foi sua experiência e acompanhem outras sugestões de brincadeiras através das amigas Gisele Barcellos (@kidsindoors), Monica Brandão (@comercrescer), Eliane Ceccon (@1001roteirinhos), Sam Shiraishi (@samegui),  Tiffany Stica (@blogdati) e eu Cybele Meyer (@educaja) no #baudediversões