Bullying #EuNaoCurto #BlogagemColetiva

Falar sobre Bullying é sempre pertinente, pois uma das formas de preveni-lo e combatê-lo é através da informação. Saber como ele acontece, quais são os ambiente propícios, que tipo de comportamento favorece o Bullying, quais os sintomas de quem está sofrendo Bullying, enfim tudo que puder ser informado é importante para que se erradique esta prática da nossa sociedade.

Com o crescimento do acesso à tecnologia o cyberbullying passou a ser mais um foco de preocupação e prevenção. Esta prevenção também vem através da informação que pode ser realizada através da própria tecnologia.

Faço uso do meu blog que tem foco na Educação para informar professores, gestores, pais e até alunos (que acessam o Educa Já! para pesquisa, uma vez que tem muito material didático) para divulgar informações sobre o que é o Bullying, o que é o Cyberbullying, e dar dicas mostrando que É na escola que o Bullying acontece.

O que caracteriza o Bullying são as atividades agressivas, repetidas e intencionais. praticadas por uma ou mais pessoas.

Quando na escola um apelido é colocado em um colega, porém ele não se importa, muitas vezes até acha engraçado e gosta de ser tratado desta forma, não se caracteriza como Bullying. Menciono isto, pois há quem ao presenciar um colega chamando o outro pelo apelido já dá o alerta de que está acontecendo Bullying. O chamar o outro pelo apelido por ele consentido se torna uma prática carinhosa e de aconchego. O Bullying causa constrangimento, mudança de comportamento, medo, vergonha, intimidação. Por isto é importante que haja cautela para não extinguirmos as muitas formas de tratamento que caracterizam uma proximidade maior no relacionamento quebrando a formalidade.

Os pais devem se manter atentos ao menor sinal de mudança de comportamento do seu filho. Este é o primeiro sintoma de que algo errado está acontecendo. Não espere que seu filho venha lhe contar que está sofrendo Bullying porque normalmente quem sofre Bullying se mantém calado, justamente pelo fator intimidação (medo). Quando isto acontecer é importante que os pais estimulem o diálogo propiciando um ambiente seguro para que o filho possa relatar o que está ocorrendo de fato. É importante também que os pais mantenham o controle e não tentem agir colocando o emocional na frente do racional. A forma como o Bullying está acontecendo deve ser analisada para que medidas eficientes e eficazes possam ser tomadas para extinguir a prática e não para afastá-la temporariamente ficando o filho/aluno à mercê de novas ameaças, ainda mais graves, num futuro próximo.

Há casos extremos em que a criança sofre Bullying dentro da sua própria casa, e na maioria das vezes pelos próprios pais e/ou irmãos. Muitas vezes os pais acreditam que chamando o filho de “bolão”, “gordo”, “esganado” ou mesmo fazendo comentários tipo “não precisa comer tudo agora como se o mundo fosse acabar” vão motivá-lo a moderar a quantidade de alimentos que está ingerindo. Na verdade isso não acontece, o que acontece é que estes comentários acabam gerando situações de Bullying, pois o filho começa a se sentir constrangido diante dos demais membros da família. Apelidos sobre o nariz como: nariguda, tucano, ou sobre o cabelo: zulu, pixaim, juba; sobre a calma como: sua lerda, tartaruga, molenga e tantas outras situações que a criança ou adolescente acaba sofrendo dentro da sua própria casa desestruturam-na emocionalmente pois em que lugar ela poderá se abrigar ou se proteger destas agressões?

Esta reflexão deve habitar cada um dos lares, pois também sabemos que a criança aprende por imitação e em alguns casos ela ao invés de reagir dentro de casa acaba imitando este comportamento fora de casa praticando o Bullying com outras pessoas.

Não podemos deixar de falar também sobre o Cyberbullying o qual o agressor se esconde atrás de perfis falsos e passa a atormentar insistentemente suas vítimas através das Redes Sociais mais usadas pelos colegas que convivem e interagem com as vítimas.

Neste caso as medidas devem ser rápidas para inibir o quanto antes esta prática. Há ambientes na internet especializados e que dão suporte aos agredidos como o Safernet que possibilita fazer a denúncia encaminhando-a direto para o Ministério Público. AQUI você encontra dicas sobre os atos ilícitos praticados na internet e também uma Cartilha de dicas sobre o navegar seguro

Poderíamos falar muito mais, pois este tema é muito abrangente e não envolve somente crianças e adolescentes. Há muitos casos de Bullying praticado em empresas envolvendo funcionários. Também poderia falar do Sexting que é a junção das palavras “sex” e “texting” que exprime a prática de enviar mensagens e fotos, via celular, com poses sensuais ou nuas. Normalmente são praticadas por adolescentes que mandam estas fotos para seus namorados ou afins e estes acabam mandando para seus amigos, que mandam para outros amigos até chegarem nas mãos de pessoas mal intencionadas que publicam na Rede.

Não vou discorrer agora para não ficar um texto muito longo, mas estes assuntos serão abordados em breve, pois como falei logo no início do post a informação é o melhor caminho para se combater o Bullying.

Este post integra a Blogagem Coletiva proposta pela Norton; Bullying #EuNaoCurto

Veja quem também está conosco

Arteen – @larsrock
LadyBug – @lufreitas
Lidi Faria – @Lidifaria
RodrigoSToledo – @rodrigostoledo
TecnoVisão – @Tecnovisao
WeRGeeks – @WeRGeeks

MRSalles – @mrsalles

Outubro Rosa no Hospital Santa Paula #santapaularosa

O mês de outubro é um mês incrivelmente especial pois se comemora o Dia das Crianças, o Dia da Padroeira do Brasil e o Outubro Rosa

Há praticamente quatro anos que participo do Movimento Outubro Rosa seja através de ações promovidas pela presidente da FEMAMA Maira Caleffi, seja junto de Mirela Janotti autora do livro Força na Peruca , Blogagens coletivas ou debates como o promovido pela FEMME – Laboratório da Mulher na Campanha Saúde da Mulher 2009

Este ano estou novamente participando da Blogagem Coletiva proposta pela @samegui que envolve muitas blogueiras com seus posts maravilhosos que vou elencar ao final desta postagem.

Aproveito para destacar que este ano o Hospital Santa Paula também está participando da Blogagem Coletiva do Outubro Rosa e além de iluminar de Rosa o seu prédio está promovendo uma série de Palestras as quais tive o privilégio de ser convidada para participar, daqui há pouco, juntamente com outras amigas queridas e blogueiras:

Flavia Penido

Simone Miletic

Patrícia Mattos

Selma Roberta

dos debates pós Palestras os quais estarei debatendo e tuitando de lá.

O Hospital Santa Paula, localizado na Zona Sul de São Paulo, participa do Outubro Rosa, com várias atividades. O hospital ficará todo iluminado de rosa, a exemplo de vários monumentos no Brasil e no mundo, realizará uma série de palestras educativas, gratuitas e abertas ao público, sobre o tema e distribuirá folhetos explicativos sobre a prevenção, tudo com o apoio da Sociedade Brasileira de Mastologia. Os folhetos também serão distribuídos em empresas, que aderiram a Campanha juntamente com o Santa Paula, como Tetra Pak, Anhembi Morumbi e ZumBrazil. Para fortalecer a campanha, toda a equipe do Santa Paula usará botons relativos ao Outubro Rosa.

Muitos artistas e personalidades posaram com a camiseta símbolo da campanha. Entre eles estão o ator Malvino Salvador, a primeira dama de São Paulo Lu Alckmin, o médico da Seleção Brasileira de futebol Rodrigo Lasmar, os cantores Paulo Ricardo, Jair Rodrigues, Rogério Flausino, Durval Lelys, Aretha Marcos, Patrícia Coelho e Luiza Possi,a modelo Ana Claudia Michels, a jornalista Joyce Pascowitch, a atriz Monalisa Gomes, o personal chef Rodrigo Einsfield, a estilista Juliana Jabour, o designer de jóias Raphael Falci e o jogador de futebol Cafu. Em favor da causa, os artistas e personalidades não cobraram cachê.

Para quem for ao evento ou quiser acompanhar pelo Twitter será usada a hashtag @santapaularosa

Então Anote na Agenda:

Palestra: “Mitos e verdades sobre o câncer de mama”

Data: 17 de Outubro

Horário: 11 e 15 horas

Local: Av. Santo Amaro, 2468 – São Paulo SP – Auditorio 5 andar da Ala B.

Informações e inscrições: 11.3040.8008 santapaula@santapaula.com.br falar com Eva ou Simone

Estacionamento grátis no local

Sobre o Hospital Santa Paula

O Hospital Santa Paula foi fundado em 1958, como Pronto-Socorro Santa Paula. Atualmente, após uma reestruturação societária, o hospital ocupa uma área física de 15 mil m² e abriga 200 leitos, oito salas de cirurgia e 50 leitos de terapia intensiva, sendo nove exclusivos para a unidade coronariana e mais nove para a UTI Neurológica. Um dos destaques do Hospital é o Centro de Oncologia, um dos mais modernos do país.

O complexo hospitalar do HSP é considerado um centro de excelência na Zona Sul da cidade de São Paulo. O hospital chega a atender cerca de 100.000 pacientes por ano em seu Pronto Atendimento e realiza cerca de 7.500 cirurgias anualmente. Sua gestão arrojada treina e emprega mais de 850 colaboradores diretos e 380 terceirizados, além de contar com um competente corpo clínico.  No ano de 2010, o hospital registrou R$ 158 milhões de faturamento.www.santapaula.com.br

Posts que integram a blogagem

Tem mais valor quem gosta de compartilhar e construir colaborativamente

Outubro Rosa traz ações práticas para prevenir o câncer de mama

Outubro Rosa

Mãe é tudo igual

Mulher de 30

Nesse outubro rosa qual a sua prioridade?

Outubro Rosa, chegou a hora de lembrar de se cuidar

Devaneios depois de um susto #outubrorosa

Mulheres de peito têm um dia rosa

Tudo rosa no mês de outubro

Saúde é prioridade e não opção

Elas têm que saber

Outubro rosa – Eu participo

Blogagem coletiva no Dia do estudante #estudarvaleapena

Hoje, 11 de agosto, Dia do Estudante estou integrando a Blogagem Coletiva #estudarvaleapena mobilizada pela @samegui do blog A Vida como a Vida Quer que tem como foco principal a evasão escolar principalmente no nível Ensino Médio.

O Dia do Estudante ficou tendo o dia 11 de agosto em razão de D. Pedro I ter instituído no Brasil os dois primeiros cursos de Ciências Jurídicas (Direito) no Brasil sendo um em São Paulo – Faculdade de Direito do Largo São Francisco e outro em Recife quase um ano mais tarde.

Cem anos após a criação dos cursos de direito, Celso Gand Ley propôs que a data fosse escolhida para homenagear todos os estudantes. Foi assim que nasceu o Dia do Estudante, em 1927. [W]

Assim sendo, no dia 11 de agosto os estudantes de Direito passaram a comemorar o aniversário da Faculdade do Largo São Francisco.

Ocorre que estas comemorações deram origem também ao “Dia do Pindura” uma vez que os estudantes se dirigiam ao restaurante localizado perto da Faculdade e faziam a refeição de comemoração pela data. Ao final, o estudante mais desinibido e com o dom da oratória fazia um belo discurso elogiando os garçons, o cozinheiro e o dono do estabelecimento e firmava o compromisso de que tão logo se formasse voltaria para quitar a dívida do jantar, e que enquanto isso o dono do restaurante deveria “pendurar” a conta ficando no aguardo.

Hoje, esta prática já não mais é válida primeiro porque todo estudante se sente no “direito” de praticar o “Pindura” e o faz usando de má fé comendo os pratos mais caros, bebendo os vinhos mais especiais saindo do restaurante sem pagar pegando o dono de surpresa. É por esta razão que a maioria dos restaurantes prefere fechar as portas no dia de hoje do que ficar vulnerável a esta situação e acabar se aborrecendo, além do prejuízo financeiro, é claro.

Eu mesma nunca pratiquei o Pindura, mesmo tendo feito Direito. A essência já não era a mesma dos anos iniciais, então nunca me senti confortável em praticá-lo achando, inclusive, injusto.

Hoje, acredito ser muito mais válido abraçarmos causas mais justas, como a do “estudarvaleapena e comemorarmos o Dia do Estudante com ações que venham, cada vez mais, dar condições para que jovens, principalmente de 15 a 17 anos, estejam na escola cursando o Ensino Médio e se preparando para ingressar no mercado de trabalho.

Dados de 2009 apontam que dos 10,3 milhões de jovens nesta faixa etária somente 50,9% cursavam o Ensino Médio. Sem completar o Ensino Básico o jovem tem diminuída sua chance de conseguir um bom trabalho, se submetendo a serviços temporários e de baixa remuneração reforçando o ciclo de pobreza da população.

Ainda por conta da blogagem coletiva #estudarvaleapena voltarei a abordar este tema que muito me interessa e que muito tem para se fazer.

Se você se interessa por este assunto deixe aqui o seu comentário, divulgue a blogagem para seus contatos, coloque o selo no seu blog, enfim participe ativamente.

O Educar e a parceria Escola-família #blogagemcoletiva

Imagem que ilustra o texto A Escola e a Família – Nova Escola

Minha amiga Ana Claudia Bessa editora do blog Futuro do presente publicou na semana passada uma “carta” escrita por ela cujo título super sugestivo Escolas, não desitam de nósé “um presta atenção” a tão importante parceria escola-família e que gerou uma blogagem coletiva o qual também estou participando.

Este tema é sempre abordado nos meus posts e artigos porque também acredito na importância desta parceria que é um diferencial na vida escolar do aluno/filho. Escola e família têm um grande objetivo em comum, o desenvolvimento, formação e aprendizagem do aluno/filho.

Para esta blogagem gostaria de compartilhar um texto que escrevi em 2007 cujo título é “A Mesmice das Reuniões de Pais e Mestres”  que já foi utilizado por vários ambientes virtuais e escolas  sendo, isto, um excelente sinalizador.

E compartilho o texto abaixo que também foi escrito em 2007 e que tem o foco no tema da blogagem.


Educar é um processo longo e seu resultado, seja ele positivo ou negativo, também demora um bom tempo para aparecer. Assim sendo, hoje podemos avaliar mediante os resultados que temos claramente evidenciado no dia a dia, que a educação não está acontecendo de forma correta seja ela dentro de casa no convívio com a família, seja na escola.

Como vivemos no tempo do imediatismo, percebemos que a educação, por ser um processo longo, está perdendo as suas características principais e tudo está sendo feito de qualquer jeito.

Há o jogo do empurra, empurra onde a família diz que a educação é responsabilidade da escola e a escola diz que os pais não estão cumprindo com o seu papel de educar. Com esta discussão para saber à quem cabe o papel de educar, as crianças estão crescendo sem qualquer orientação, fazendo tudo o que querem e achando que são os donos do mundo.

O egocentrismo nunca esteve tão evidenciado nas atitudes das crianças, jovens e adultos como nos dias atuais e temos que ter a consciência de que para modificar esta realidade vamos levar algum tempo.

Nos dias de hoje uma pessoa que age com educação e aguarda a sua vez para ser atendido é rotulado como “tonto” ou seja, ser educado hoje, é ser boboca, é pedir para ser passado para trás.

Jovens e adultos frutos da revolução na educação que passou de autoritária para condescendente de forma radical, não sabem transmitir conceitos de gentileza, de solidariedade, de respeito, de amor. Vivem o dia a dia exercitando o “eu quero”, “eu tenho”, “eu peguei”, “eu…”, “eu…’.

E como os pais não têm “tempo” para educar seus filhos e os professores não têm “tempo” para orientar seus alunos, eles vão passando por cima das pessoas como um rolo compressor, sem enxergá-las. E o pior de tudo é que nunca estão satisfeitos.

Temos urgentemente que reestruturar os conceitos de formação de cidadãos a qual fique bem definido qual é o papel da família e qual é o papel da escola, embora saibamos que os dois têm que educar, porém cada um na sua área.

Quando se fala que família e escola têm que caminhar juntas não se quer dizer que uma vai desempenhar o papel da outra e sim que uma vai auxiliar e completar a outra.

A família quando educa seu filho transmite a ele seus valores e conceitos podendo cobrar dele atitudes dentro do que lhes foi ensinado.

A escola ao ocupar o lugar da família tentará transmitir valores e conceitos de uma maneira coletiva. Ocorre que o aluno ao agir em casa em conformidade com o que foi ensinado na escola poderá entrar em conflito com os conceitos e hábitos da sua família. Esta realidade acabará por confundir ainda mais a criança que dependendo do lugar que esteja escuta ordens diferenciadas para uma mesma situação.

A família não cumpre com a sua responsabilidade de educar e na maioria das vezes não acata as regras quando estas vão de encontro com a sua maneira de agir criando um choque na criança por não encontrar no seu lar o mesmo respaldo.

A criança em formação não sabe distinguir qual é a maneira certa e sim qual é a maneira mais fácil. Se em casa tudo é permitido ele avança; se na escola existem regras e estas são praticadas ele as cumpre.

Afinal que cidadãos teremos no futuro com este tipo de comportamento?

Como ele não saberá quais valores são os corretos, estaremos criando oportunistas e não cidadãos. O certo e o errado não existe para ele e sim o aproveitar a oportunidade. Se na minha casa eu posso fazer o que na escola é proibido, eu vou aproveitar a minha casa e agir como eu quero.

Será que é este tipo de pessoa que queremos formar?

Já ouvi muito professor dizer que: não adianta insistir, pois a criança passa alguns anos na escola e o resto da vida com a família, então vou deixá-lo agir como ele quer.

E a polêmica continua sem se saber a quem pertence a responsabilidade do ato de educar

A família abdicou desta função, mas não se preocupa se a escola irá suprir esta lacuna. Ao procurar uma escola para matricular seu filho não faz perguntas sobre qual o método utilizado, como agem diante de determinadas situações, quais valores são trabalhados e outros itens pertinentes visando o desenvolvimento total da criança. A real preocupação da família é se há aulas de computação, quantos alunos por computador, se há aulas extras como capoeira, balet, natação. Quanto mais cara for a mensalidade da escola mais exigirá em atividades extras e em diferenciais altamente dispensáveis não dando importância ao que realmente é importante: a formação do cidadão.

E as escolas por saberem da importância do “aparentar” investem no que os pais dão maior importância, deixando o principal objetivo, que é o de educar e formar cidadãos em segundo plano.

Tanto a escola quanto a família precisa hoje, mais do que nunca, exercitar valores nas suas ações diárias. Somente assim ensinaremos moral, ética e cidadania para nossas crianças.

Eles têm que vivenciar, principalmente através dos exemplos das atitudes praticadas pelos que os cercam. Para viver em sociedade é preciso cumprir regras. Elas existem justamente para serem cumpridas e não para serem violadas. A época do jeitinho brasileiro tem que acabar definitivamente.

Somente criando indivíduos com fortes conceitos de honra, moral e ética é que poderemos vislumbrar uma mudança radical no nosso país.

Este processo é demorado, mas temos que dar o primeiro passo o quanto antes.

Educação financeira e qualidade de vida #EuApoio

Praticamente em todos os artigos que lemos sempre focamos em uma melhor qualidade de vida. Ter qualidade de vida nem sempre está atrelada a gastos financeiros, embora muita gente pense que seja necessário se gastar muito para viver bem. Quanta gente já gastou mais do que deveria almejando uma melhor qualidade de vida e acabou endividada comprometendo toda sua estrutura familiar?

Pois é justamente para tratar sobre este assunto que estamos nos reunindo para trocar sugestões e alternativas que visem equilibrar gastos através da educação financeira e promover uma excelente qualidade de vida.

Sabe de quem foi a ideia deste debate? Foi da Caravana “Meu Bolso em dia”, promovida pela FEBRABAN – Federação Brasileira de Bancos que está promovendo um evento o qual tem por finalidade promover o aprendizado de como se pode economizar, investir, e gastar com responsabilidade. Será um bate-papo o qual todos nós poderemos participar.

O evento será:

  • Data: neste domingo, dia 28 de novembro de 2010
  • Horário: a partir das 10h
  • Local: Parque do Carmo, na cidade de São Paulo/SP (mapa)
  • Valor: GRATUITO

Como ainda estamos no dia 25 e o evento é só dia 28 venho convidar vocês para participarem  da Blogagem Coletiva com o tema “Qualidade de vida associada à educação financeira” o qual  poderemos manifestar nossa opinião, dar sugestões, compartilhar experiências que venham a contribuir para o melhor manuseio financeiro.

Se você achou o assunto interessante e quer participar então faça um post em seu blog e me mande o link para que eu possa colocar aqui no blog e compartilhar suas ideias.

Também poderá divulgar em suas Mídias Sociais favoritas.

Qualidade de vida associada a educação financeira #EuApoio”


Blogagem Coletiva “Semana Otimismo que Transforma” #semanaotimismo

Você já deve conhecer a Semana Otimismo que Transforma afinal este ano é a quarta edição em que a Coca-Cola Brasil reverte parte do lucro obtido com a venda dos seus produtos para os programas do Instituto Coca-Cola Brasil.

O  Instituto desenvolve projetos Educacionais como o Programa de Valorização Jovem o qual tem por objetivo reduzir o índice de evasão escolar, comportamento tão comum nas escolas de todas as regiões do nosso país. Através do estímulo do desenvolvimento da autoestima e do senso de responsabilidade motiva o aluno a dar continuidade aos estudos bem como propicia monitores que acompanham os alunos que apresentam dificuldades de aprendizagem.

O Projeto Educação Campeã tem parceria com o Instituto Ayrton Senna e a Renosa que juntos desenvolvem programas educacionais para a melhoria do Ensino Fundamental no Estado do Maranhão. Tem também o Gestão nota 10 que capacita as equipes de cada escola para que acompanhem de perto o desenvolvimento do aluno com dificuldade de aprendizagem e que se torne responsável pelo sucesso deste aluno. O Programa Se liga é focado no desenvolvimento e domínio da leitura e da escrita. O Acelera Brasil tem o foco nos alunos com defasagem idade/série e o Circuito Campeão acompanha a qualidade do ensino na primeira fase do Ensino Fundamental, que é decisivo no desenvolvimento do aluno.

Os Projetos com foco no Meio Ambiente cujo compromisso é proteger, preservar e melhorar tem o comprometimento no processo de reciclagem e preocupação constante com os recursos finitos da natureza. Tem também o Projeto Reciclou Ganhou, Programa Estação de Reciclagem e Programas Águas das Florestas Tropical Brasileira o qual conheci de perto na visita que fiz a Itu monitorada pelos parceiros do Instituto, o SOS Mata Atlântica e voltei encantada com o empenho e o trabalho desenvolvido por eles.

No ano passado foram arrecadados 5 milhões com a Semana Otimismo que Transforma e revertidos para estes Programas.

Vamos tentar superar esta marca!

A causa é mais do que justa e o jeito de contribuir é gostoso demais! Imagine você saber que ao tomar uma deliciosa Coca-Cola ou um Matte Leão geladinho ou mesmo um delicioso suco Del Valle (o de uva que é o meu preferido), você estará contribuindo com estes excelentes Projetos. Com um gesto tão pequeno você estará propiciando resultados gigantescos. É nossa união em prol de uma realidade mais justa e um futuro mais promissor.

Você também pode participar doando seu tempo divulgando estas ações através de posts que integrarão a Blogagem Coletiva que tem este post como alavanca e que acontecerá durante toda esta semana do dia 02 a 09 de maio.

Selinho_Coca

Leve este selinho para o seu blog durante esta semana faça quantos posts quiser.     Só não esqueça de deixar um comentário com o link para que eu  disponibilize aqui para que todos possam visitar.

Quem tiver dificuldade em visualizar a animação pode pegar a imagem do selinho abaixo. O importante é participar!

Este é o código do selinho animado:

<img title=”Selinho_Coca” src=”http://casadagabi.com/wp-content/uploads/2010/05/selo01_animadov2.gif” alt=”Selinho_Coca” width=”212″ height=”56″ />

Tuiteiros que estão participando com RT:

@anamodesto, @volneyf, @Gemaria_SeR, @gilsonfox, @bebendo, @zeoffline, @DEHBORA, @planetaescola,

@Lindinhadamamis, @tebenas, @lidifaria, @lesilva, @renata_lino, @AlineDexheimer, @IvaniseMeyer,

@fizchapinha, @lucmeyer, @meninaquejoga, @lilianeferrari, @smiletic, @maecomfilhos, @solangeseno,

@i9SocialMedia, @mariveiga, @vmontserrat, @sucessonews, @denisebrandt, @samegui, @odilagarcia,

@ladyrasta, @Inara__, @Fabsrp,@Chris_Angelotti, @mariveiga, renataruiz, @SejaVoluntario

Textos da Blogagem Coletiva

Baú das Ideias

Sucesso News

A Vida como a Vida Quer

Fizchapinha

Saia Justa

Ponto Zero

Algaritmus

Sexo e Relacionamentos

Verde que te quero Verde

Coisas Acontecem Sempre

Este Blog é minha Rua

Ze Offline

Eterno Aprendiz

Blog da Ti

Espaço Mensaleiro

Pele sem flor

Cantinho da Pro Helena

Fio de Ariadne

Aline Silva Dexheimer

Cuidando do nosso Grande Canteiro

Porque minhas opiniões não cabiam na telinha

Universo Mix

Sustentável 2.0