Férias na casa da vovó

Que os pais (pai e mãe) trabalham fora é uma realidade e que os filhos normalmente passam o dia inteiro na escola com atividades diferenciadas além do curso regular também faz parte da vivência da maioria das famílias brasileiras. E como resolver onde os filhos ficarão nas férias quando os pais não conseguem conciliar suas férias do trabalho com as escolares. Sendo bem otimista, pelo menos 50% dos pais não conseguem coincidir.

Assim sendo, uma boa opção é a casa dos avós. Os avós que levam uma vida pacata e cheia de rotina nada melhor do que a vinda dos netos para encher a casa de alegria. Os avós esperam muito por esta oportunidade, principalmente, se moram  em cidade diferente da dos netos.

Nos primeiros dias os pais sentem um aperto no coração por saber que os filhos estão distantes, porém devem aproveitar a oportunidade para curtir a “vida a dois” momento raro, praticamente inexistente, quando se tem filho.

A certeza de que os filhos estão sendo muito bem tratados e eles estão tendo a oportunidade de aproveitar a presença dos avós (não há nada mais gostoso do que a casa, o colo, os quitutes da avó) dá uma sensação de conforto.

Porém, alguns combinados devem ser seguidos (e lá venho eu com os combinados):

No período de férias a rotina deve ser amenizada, porém alguns limites devem ser indicados para que eles não tenham a sensação de que podem tudo na casa da vovó.

O caminhar junto (comportamento dos pais e comportamento dos avós)  é muito importante, principalmente, para o momento do retorno das férias.

A tão famosa frase “os pais educam e os avós deseducam” não deve ser colocada em prática, pois “Quem Ama, Educa”, já diz Içami Tiba, seja pai, mãe, avô, avó, tio, tia….

 Sugestão do que e como deve ficar combinado:

Até pode, mas com moderação:

– comer guloseimas

– deitar fora do horário

– andar descalço

– tomar banho só na hora de ir dormir

– brincar com lama

– ficar na piscina

– não comer arroz e feijão (os meus tinham este trato de não comer nas férias rsss)

 

Não pode de jeito algum:

– assistir programas de adultos na televisão

– comer só guloseimas

– ficar sem passar protetor solar

– ficar na piscina das 12h às 14h embaixo de Sol forte

– esquecer as regras de boa educação

– fazer birra

– brigar com os irmãos ou primos

E tantas outras regras que são particulares de cada família.

Vale a pena a experiência. É bom para os avós que terão a oportunidade de aproveitar os netinhos, é bom para os netos que terão a oportunidade de serem “paparicados” pelos avós e é bom para o casal que precisa de um tempo para dedicar-se um ao outro.

Então, boas férias!

Quando o papel vira uma divertida brincadeira!

Criançada de férias e haja criatividade para entretê-la. Vou então falar sobre uma brincadeira deliciosa que, quando eu era criança, brincava todos os dias. Estou falando de vestir as bonecas de papel. Eu tinha uma coleção incrível e esta brincadeira me ajudou muito, pois eu tinha bronquite e quando ficava com as crises não podia me movimentar muito devido a falta de ar. Ficar sentada brincando de vestir as bonecas, que na época, eram compradas em banca de jornal .

Hoje esta brincadeira ainda encanta as meninas de várias idades.

Minha amiga Denise Brandt é expert  quando o assunto é bonecas de papel e sua criatividade não pára ai. Ela criou, com seu jeito próprio de desenhar, História de papel  com os personagens dos principais clássicos da literatura infantil como Chapeuzinho Vermelho e Alice no País das Maravilhas.

O ato de contar histórias atravessa gerações e conserva o encantamento.

Através das histórias infantis podemos trabalhar a dicotomia entre o bem e o mal, valores, a importância de praticar o bem, bons hábitos, noção temporal, a sequência do começo, meio e fim e tantas outras habilidades fundamentais para o desenvolvimento e formação da criança.

Seja na escola ou em casa o brincar com bonecos de papel é sempre um excelente exercício à criatividade.

O faz-de-conta e o jogo simbólico são muito importantes para o desenvolvimento,  pois é através dele que a criança combina situações da vida real com a fantasia criada por ela (Vygotsky). É um aprendizado para o mundo real e disponibilizar brinquedos que propiciem este jogo simbólico é estimular, inclusive, o desenvolvimento da visão abstrata que promove a relação emocional entre a fantasia e a realidade.

A técnica de montar personagens em papel surgiu desde a criação do papel e permanece até os dias de hoje. É muito difícil não encontrar algum personagem para se montar em qualquer revista infantil.

Assim como eu, minhas filhas quando eram pequenas adoravam brincar com bonecas de papel que trocam de roupa.

Vocês sabiam que esta moda começou como propaganda em 1910 dos grandes estilistas da Europa e virou uma febre? Aqui você pode vestir Marilyn Monroe, Jaqueline Kennedy e Rita Hayworth entre outras.

Para os meninos também sempre houve opções. Meu filho chegou a montar um posto de gasolina todinho em papel que ganhou numa promoção de uma bandeira de combustível.

Hoje há inúmeras opções disponíveis na Web. No site Brinquedos de Papel você vai encontrar mais opções e para os meninos tem uma belíssima cidade de papel com todos os veículos, casas e personagens. É só clicar em  “imagens para imprimir e recortar”.

Se tiver dificuldades para montar tem a opção “instruções”. Tenho certeza que o papai não irá ficar de fora desta brincadeira.

No mesmo site, mais abaixo, você poderá vestir a  Barbie, Cinderela e muitas bonequinhas famosas ou não. É só clicar nas imagens que você será levada a uma página em tamanho aumentado com todas as roupinhas para imprimir e recortar.

Esta é uma ótima opção de brincadeira em que mães e filhas podem brincar juntas.

Se você gostou da sugestão não deixe de entrar nas Categorias localizadas do lado direito do site que vocês encontrarão: Animais, CarrosAviões e outras para imprimir, montar e brincar.

Bom divertimento!

Que neste ano que se inicia…

É sempre interessante ao final de um ano e início de outro analisar de forma geral o que foi feito, quais os resultados obtidos, se eles foram bons ou maus, enfim, fazer um balanço geral para aprender com os resultados e tentar evoluir.

O ideal é relacionar os itens e elencar tudo de bom e de ruim que aconteceu. Por exemplo, se no setor financeiro você terminou o ano no positivo, se foi organizada durante todo o ano, se estourou alguma vez o cheque especial, se comprou no cartão de crédito mais do que deveria e assim por diante. O mesmo deve ser feito com o emprego, com as amizades, com a família, e tentar aprimorar o que deu certo e melhorar o que não deu.

É importante fazer este balanço e em seguida estabelecer metas a serem conquistadas. Mas nada de ficar deprimido(a), o importante é estar aberto para mudanças e sempre querer mudar para melhor.

Como um arquivo faça uma “pasta” para cada item e lembre-se que somente comer caroços de romã e não trabalhar direito não vai fazer você progredir financeiramente. Tudo é uma questão de ação e reação. Você faz a sua parte e a vida faz a parte dela, em consonância com você.

Trace metas, sem exageros, e esforce-se para dar o seu melhor. Agindo assim o resultado será bem satisfatório.

Se você fez todas as simpatias que encontrou, lembre-se que somente a simpatia não tem poder de mudança, a única pessoa capaz de promover mudanças é VOCÊ.

Por isso, desejo que neste ano de 2012, você:

  • Coma menos em quantidade e melhor em qualidade;

  • Caminhe mais e contribua para um ar mais puro;

  • Cumprimente o seu vizinho, seu zelador, sua empregada…;

  • Sorria muito, inclusive para os desconhecidos;

  • Trabalhe durante o dia e se dedique à família durante a noite;

  • Faça exercícios;

  • Jogue bola com seu filho;

  • Conte histórias para sua filha dormir;

  • Acaricie os cabelos do seu marido ou esposa

  • Fique de mãos dadas com seu pai;

  • Enfim, priorize as pessoas que lhe são importantes.

Que neste ano que se inicia, seus sonhos se tornem realidade e que todas as experiências vividas sirvam de ensinamento para um maior amadurecimento.

Muita saúde, sorte e sucesso!

Muito amor, solidariedade, fraternidade.

Que 2012 seja um ano de muita PAZ!

A musicalização e o desenvolvimento da criança

A música propicia que a criança se torne mais sensível e receptiva aos sons desenvolvendo o ritmo, a melodia, a harmonia e o movimento. Ter ritmo é fundamental para o exercício das diferentes funções do nosso corpo. Temos que ter ritmo para piscar os olhos, engolir a saliva, falar, andar, respirar, mastigar, beber água e tantas outras funções inclusive o escrever e o ler.

A melodia favorece a rapidez do raciocínio e o poder de concentração. Quando a melodia é agradável e bem aceita a criança se apropria com tamanha facilidade que é capaz de reproduzi-la quase que de imediato.

A harmonia propicia que a criança cante e gesticule, ou acompanhe com palmas, ou toque algum instrumento. A própria criança sente necessidade de buscar a harmonização sonora.

A musicalização promove também o interesse em produzir sons a partir do corpo de cada um. É por esta razão que a criança adora “batucar” na mesa com os talheres na hora da refeição, ou tamborilar o lápis enquanto faz a lição de casa, ou mesmo ficar assobiando. Produzir sons através do corpo é uma experiência que promove imensa satisfação ativando a criatividade.

A socialização também é incentivada pela musicalização que ao executar a música em grupo estimula a criança a ser mais comunicativa, criativa além de passar a respeitar o tempo e a vontade do outro.

Integrar a música com a expressão corporal é um exercício que desenvolve inúmeras habilidades, estimula a concentração, o compasso além de propiciar o contato com o mundo musical já existente dentro dela.

Quer fazer um exercício musical com seus filhos ou seus alunos?

Então aqui vai uma sugestão:

Sentem em círculo no chão ou ao redor da mesa.

Distribua uma caixa de fósforos cheia para cada criança. É importante o adulto brincar também.

Escolha primeiramente uma canção conhecida da criança como, por exemplo, a da “Barata na careca do vovô”.

Vou colocar a letra abaixo e onde estiver em negrito será a parte da música em que todos deverão bater a caixa de fósforos, primeiro na palma da mão e em seguida, no próximo negrito, na mesa.

Eu vi uma barata na careca do vovô;

assim que ela me viu

bateu asas e voou;

do-ré-mi-fa fa-fa;

do-ré-do--ré;

do-sol-fa-mi mi-mi;

do-ré-mi-fa fa-fa

No começo pode parecer difícil, mas tente e assim que estiverem “afiados” podem incrementar incluindo variantes como:

·         Aumentar a voz nas sílabas em negrito.

·         Cantar mais acelerado e aumentar a voz nas sílabas em negrito

·         Mais lento e abaixar a voz nas sílabas em negrito

·         Substituir a caixa de fósforos por palmas

·         Substituir por batidas de pé.

·         Conciliar palmas e batidas de pé e assim por diante usando de muita criatividade.

Nunca se deve esquecer que a música é uma linguagem que se comunica com a massa. Dependendo do tipo de música e da sensibilidade do ouvinte naquele momento, a mensagem pode ser interpretada das mais diferentes formas.

A música tem o dom de transportar as pessoas a momentos importantes vividos. É por esta razão que praticamente todas as pessoas têm uma música como referência na sua vida representando um momento importante.

Bom final de semana para todos!

Abraços

Cybele Meyer

Campanha contra a violência sexual infantojuvenil no Carnaval

Ontem fiz a postagem falando sobre o abuso sexual e orientando o professor a como proceder diante de um possível caso. Hoje completo a postagem porém com o foco no Carnaval.

A Fundação Telefônica em parceria com a Childhood  Brasil lança campanha publicitária para sensibilizar a população sobre a exploração sexual contra crianças e adolescentes que tende a crescer nesta época de Carnaval.

“Proteja as nossas crianças e adolescentes. Violência sexual é crime. Denuncie. A bola está com você”.

Essa mensagem será vista no carnaval deste ano em bolas gigantes circulando pelas arquibancadas, camisetas, abadás, abanadores e tatuagens temporárias dos foliões, nos bailes, blocos e escolas de samba.

A veiculação destas peças começa no dia 28 de fevereiro(segunda-feira) e vai até 18 de março. Os filmes que estão sendo produzidos irão ao ar na TV a partir do dia 05 até o dia 20 de março

Essa é a primeira vez que a campanha nacional contra a violência sexual infantojuvenil é realizada durante os desfiles de carnaval.“Queremos transformar a festa num espaço de defesa dos direitos da criança, articulando os setores estratégicos para contribuir com a redução dos índices de violência cometida contra crianças e adolescentes, com foco na prevenção e divulgação de canais de denúncia”, afirma Karina Figueiredo, secretária executiva do Comitê Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes.

A campanha faz parte da estratégia do projeto Ação Proteção, de enfrentamento ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, que é desenvolvido pelo programa Pró-Menino da Fundação Telefônica desde fevereiro de 2010, em conjunto com o Ministério Público do Estado de São Paulo e com a Childhood Brasil. “A população é peça-chave no combate à exploração e é preciso desmistificar a questão, esclarecer as pessoas e orientá-las a denunciar de forma responsável. Daí a importância da campanha”, afirma Sergio Mindlin, diretor-presidente da Fundação Telefônica.

A campanha foi desenvolvida pela Young & Rubicam. Foram feitos dois filmes para TV, em forma de animação, com 30 segundos cada, além de spot de rádio, com as vozes dos famosos Ana Hickmann, Roberto Justus, Luciana Mello, Jair Oliveira, Tânia Khalil, Jair Rodrigues e Simoninha.

A veiculação será realizada nos principais veículos de comunicação dos 30 municípios participantes do projeto, em seis regiões: Vale do Ribeira, Vale do Paraíba, região de Presidente Prudente, de São José do Rio Preto, Baixada Santista e Litoral Norte. Essa mesma campanha voltará a ser veiculada na semana de 18 de maio, quando se comemora o Dia Nacional do Enfrentamento contra a Exploração Sexual.

A iniciativa tem o objetivo de sensibilizar a população para a gravidade do problema e incentivar a denúncia de casos de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes. Para divulgar o Ligue 100 (Disque Denúncia Nacional de Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes) e os Conselhos Tutelares de cada estado, os cartazes, banners, porta-documentos, adesivos de carro, sacolas plásticas e outros brindes trarão a frase “Tem coisas que não dá para fingir que não vê. “O Brasil recebe grande número de turistas neste período, principalmente no Nordeste, e precisamos conscientizar as pessoas, porque muitas vezes os organizadores fazem vista grossa, como se tudo fosse permitido”, diz Karina.

Twitter: útil ou fútil

Enquanto algumas pessoas investem seu tempo em massacrar esta ferramenta outras procuram, a cada instante, usá-la para atender as mais diferentes intenções. Pode-se usar o Twitter somente para

  • tornar público um comentário sem importancia bem como uma opinião que fará a diferença.
  • como utilidade pública onde se compartilha informações e dicas que podem auxiliar pessoas.

A velocidade das twittadas permite que

  • uma notícia se alastre com uma velocidade incrível,
  • uma ajuda seja enviada imediatamente
  • concursos sejam divulgados
  • programas sejam acompanhados

Através do Twitter podemos acompanhar

  • Eventos,
  • Feiras,
  • Encontros
  • Festas
  • Programas de TV

O Twitter pode

  • dar fama
  • massacrar
  • endeusar
  • derrubar

Twitter é fonte inesgotável de pautas

Embora a princípio as empresas tenham proibido o uso do twitter pelos seus funcionários, agora estão fazendo uso dele, para se comunicar com seus subordinados, mesmo fora do horário de trabalho. Há “chefes” que entram no twitter aos finais de semana e ao verificar que há um funcionário twittando não hesita em pedir providências que faria no ambiente de trabalho.

Há empresas que estão utilizando o twitter para fazer testes de processo seletivo onde a cada dia realizam uma etapa.

Outras empresas recrutam pessoas através de suas twittadas e somente depois desta avaliação é que selecionam e marcam uma entrevista “ao vivo”.

Muitas outras formas de se usar o twitter vão aparecer, portanto, se apresse e comece a seguir, afinal você pode twittar de onde estiver, como um passarinho livre para voar e twittar, é claro!

É claro que não podemos deixar de mencionar o quanto a Educação poderá se valer de mais este recurso. Só para citar um exemplo uma Feira de Ciências pode ser tuitada durante todo o período que está acontecendo e todos os alunos, das diferentes salas, estarão acompanhando tudo em tempo real.  Acabada a feira poderão fazer um resumo de tudo que aconteceu. O registro ficar para sempre.