Inteligências na Prática Educativa #livro

“O conteúdo deste trabalho deve servir de fio condutor às reflexões, análises e discussões na área pedagógica, pois está diretamente ligado ao conhecimento das diferentes linguagens usadas para o exercício da pedagogia em sala de aula. Saber se comunicar consiste em falar a linguagem que o aluno entende e entender a linguagem que o aluno fala.”

Assim inicio o meu mais novo livro “Inteligências na Prática Educativa”  que está chegando nas livrarias.

As abordagens propostas no livro devem servir de apoio e consulta frequentes aos profissionais da área de educação que pretendem aprimorar seus saberes, de modo a possibilitar a identificação das múltiplas inteligências no comportamento dos alunos, favorecendo a relação dialógica existente entre professores e alunos.

O professor, ao se apropriar das diferentes formas de linguagens e ao desenvolver as inteligências múltiplas, estará apto a integrar as novas linguagens tecnológicas ao ambiente escolar, estreitando ainda mais o relacionamento com seus alunos.

É importante que haja uma mudança de paradigmas na educação. Ela deverá passar de verticalizada à horizontalizada, para que exista troca de experiências e para que a aprendizagem seja constante para ambos os lados – professor e aluno.

Outro ponto importante é o de tratar cada indivíduo como sendo único, como o é. Isso parece óbvio, mas não é. Vivemos em uma época de massificação, em que o “individual” não existe, somos uma grande massa e tudo é voltado para atingir essa massa. Enfim, perdemos a individualidade, e é em razão dessa mudança que o conhecer-se e o conhecer ao outro se faz tão necessário.

Lembre-se de que, muitas vezes, para se transformar é preciso romper com alguns hábitos. Transformar e transformar-se exige muita coragem e persistência. O professor que faz esse trabalho consigo mesmo terá mais atributos para entender e conduzir o aluno.

Inteligências na Prática Educativa é o resultado de 25 anos de estudos do comportamento humano em sala de aula desde a Educação Infantil até o Ensino Médio.

Espero, com este trabalho, contribuir para a evolução e aprimoramento da educação no nosso país.

abraços

Cybele Meyer