Oficina de Férias Faber-Castell

Faber-Castell realiza Oficina de Férias “Arte com CfK”

no shopping JK Iguatemi

Depois do sucesso da primeira edição realizada nas férias de janeiro, a Faber-Castell realiza uma nova Oficina de Férias em parceria com o shopping JK Iguatemi, em São Paulo. Gratuito, o evento será realizado a partir do último final de semana de junho (29 e 30/06) e em todos os finais de semana no mês de julho.

Com o tema “Arte com CfK”, a empresa criou espaços interativos com brinquedos da linha Creativity for Kids (CFK). São produtos de diferentes formas, texturas e cores que estimulam os sentidos dos pequenos e permitem a personalização total do brinquedo, criando uma experiência divertida que une muita criatividade e diversão.

Três diferentes ambientes para a experimentação artística foram montados. O primeiro espaço será destinado à criação, onde os pequenos usarão as Esponjas Divertidas (produto que traz esponjas, rolinho e tintas de diversas cores) para criar formas em papeis. Com o desenho pronto, na segunda etapa, a criança poderá dar o acabamento, usando o Giz Super Soft. Já no terceiro ambiente, serão disponibilizados produtos de art & craftcomo papéis coloridos, purpurina, glitter e lantejoulas para as crianças.

Durante todas as etapas da Oficina, monitores especializados estarão à disposição para auxiliar as crianças e também para fazer desenhos especiais no rosto dos pequenos com a Pintura Facial Cara Pintada EcoLápis bicolor. Todos os produtos são atóxicos, totalmente seguros para uso sobre a pele e que saem com facilidade, lavando com água e sabonete.

 

Serviço:

Oficina de férias “Arte com CfK” no Shopping JK Iguatemi – 3º piso

 

Datas: 29 e 30 de junho; 06 e 07/07; 13 e 14/07; 20 e 21/07 e 27 e 28/07

 

Horário: das 14 às 20 horas.

 

Para crianças a partir de três anos

Entrada gratuita

Misturando as tintas #baudediversoes

A criança se sente atraída pelas cores desde que é bebê. As indústrias de brinquedos, bonecos e móbiles usam e abusam das cores para chamar a atenção das crianças.

Desde pequena adora pintar e desenhar mesmo porque é veículo de expressão e comunicação.

O desenho é o primeiro registro da  linguagem da criança.

Dê uma caixa de lápis de cor para uma criança e veja quanto tempo ela ficará entretida.

Se a opção for pintar com tinta a alegria será ainda maior porque ela terá oportunidade de formar novas cores e esta experiência será maravilhosa.

Quando meus filhos eram pequenos eu forrava a mesa com plástico e colocava as cores primárias para que eles pudessem experimentar as misturas dando origem às secundárias. Eles achavam que eram capazes de fazer mágica!

Esta é uma excelente opção para entreter a criançada neste período de férias, assim como outras sugestões de brincadeiras que você poderá obter no #Baú de diversões do Portal Nestlé o qual já falei AQUI e que estamos retornando hoje após uns dias de recesso em razão das Festas de Final de Ano.

Voltando ao assunto das tintas quero apontar o post “Vamos brincar de carimbo de mão” do Blog da Ti, que  está junto no #Baú de diversões,e que compartilhou uma atividade de carimbo de mão proposta pela escola e realizada pelo seu filhote, o qual deixei meu comentário com foco pedagógico.

Se você optar por entreter seus filhos com esta atividade saiba que há uma grande variedade de tintas. Há os guaches que podem ser usados com pincel e há os em tubos, excelentes para preencher espaços pequenos e fazer contornos. Se não quiser usar pincel, pode cortar pedaços de esponja ou fazer carimbos usando rolhas ou batatas.

Há os potes de pintura a dedo ideal para as crianças menores de 3 anos.

Tem também as famosas aquarelas onde a criança molha o pincel na água e raspa nas pastilhas coloridas.

No meu tempo havia também livrinhos que molhávamos o pincel na água e passávamos na paisagem e ela ia ficando colorida. Será que ainda existe? Era vendido nas bancas de jornal.

Esta brincadeira além de ser muito atraente desenvolve a sensibilidade, a imaginação e a criatividade.

Você também pode fazer sua própria tinta, caso queira. É só misturar amido (Maizena) em um pouco de água fria e mexer até virar um mingau. Não precisa ir ao fogo.  Você irá controlar a textura da tinta através da quantidade de água tornado um mingau mais ou menos ralo.  Então é só colorir com anilina na cor desejada e colocar em potes.

Não deixe de compartilhar conosco contando como foi sua experiência e acompanhem outras sugestões de brincadeiras através das amigas Gisele Barcellos (@kidsindoors), Monica Brandão (@comercrescer), Eliane Ceccon (@1001roteirinhos), Sam Shiraishi (@samegui),  Tiffany Stica (@blogdati) e eu Cybele Meyer (@educaja) no #baudediversões

Férias na casa da vovó

Que os pais (pai e mãe) trabalham fora é uma realidade e que os filhos normalmente passam o dia inteiro na escola com atividades diferenciadas além do curso regular também faz parte da vivência da maioria das famílias brasileiras. E como resolver onde os filhos ficarão nas férias quando os pais não conseguem conciliar suas férias do trabalho com as escolares. Sendo bem otimista, pelo menos 50% dos pais não conseguem coincidir.

Assim sendo, uma boa opção é a casa dos avós. Os avós que levam uma vida pacata e cheia de rotina nada melhor do que a vinda dos netos para encher a casa de alegria. Os avós esperam muito por esta oportunidade, principalmente, se moram  em cidade diferente da dos netos.

Nos primeiros dias os pais sentem um aperto no coração por saber que os filhos estão distantes, porém devem aproveitar a oportunidade para curtir a “vida a dois” momento raro, praticamente inexistente, quando se tem filho.

A certeza de que os filhos estão sendo muito bem tratados e eles estão tendo a oportunidade de aproveitar a presença dos avós (não há nada mais gostoso do que a casa, o colo, os quitutes da avó) dá uma sensação de conforto.

Porém, alguns combinados devem ser seguidos (e lá venho eu com os combinados):

No período de férias a rotina deve ser amenizada, porém alguns limites devem ser indicados para que eles não tenham a sensação de que podem tudo na casa da vovó.

O caminhar junto (comportamento dos pais e comportamento dos avós)  é muito importante, principalmente, para o momento do retorno das férias.

A tão famosa frase “os pais educam e os avós deseducam” não deve ser colocada em prática, pois “Quem Ama, Educa”, já diz Içami Tiba, seja pai, mãe, avô, avó, tio, tia….

 Sugestão do que e como deve ficar combinado:

Até pode, mas com moderação:

– comer guloseimas

– deitar fora do horário

– andar descalço

– tomar banho só na hora de ir dormir

– brincar com lama

– ficar na piscina

– não comer arroz e feijão (os meus tinham este trato de não comer nas férias rsss)

 

Não pode de jeito algum:

– assistir programas de adultos na televisão

– comer só guloseimas

– ficar sem passar protetor solar

– ficar na piscina das 12h às 14h embaixo de Sol forte

– esquecer as regras de boa educação

– fazer birra

– brigar com os irmãos ou primos

E tantas outras regras que são particulares de cada família.

Vale a pena a experiência. É bom para os avós que terão a oportunidade de aproveitar os netinhos, é bom para os netos que terão a oportunidade de serem “paparicados” pelos avós e é bom para o casal que precisa de um tempo para dedicar-se um ao outro.

Então, boas férias!

Quando o papel vira uma divertida brincadeira!

Criançada de férias e haja criatividade para entretê-la. Vou então falar sobre uma brincadeira deliciosa que, quando eu era criança, brincava todos os dias. Estou falando de vestir as bonecas de papel. Eu tinha uma coleção incrível e esta brincadeira me ajudou muito, pois eu tinha bronquite e quando ficava com as crises não podia me movimentar muito devido a falta de ar. Ficar sentada brincando de vestir as bonecas, que na época, eram compradas em banca de jornal .

Hoje esta brincadeira ainda encanta as meninas de várias idades.

Minha amiga Denise Brandt é expert  quando o assunto é bonecas de papel e sua criatividade não pára ai. Ela criou, com seu jeito próprio de desenhar, História de papel  com os personagens dos principais clássicos da literatura infantil como Chapeuzinho Vermelho e Alice no País das Maravilhas.

O ato de contar histórias atravessa gerações e conserva o encantamento.

Através das histórias infantis podemos trabalhar a dicotomia entre o bem e o mal, valores, a importância de praticar o bem, bons hábitos, noção temporal, a sequência do começo, meio e fim e tantas outras habilidades fundamentais para o desenvolvimento e formação da criança.

Seja na escola ou em casa o brincar com bonecos de papel é sempre um excelente exercício à criatividade.

O faz-de-conta e o jogo simbólico são muito importantes para o desenvolvimento,  pois é através dele que a criança combina situações da vida real com a fantasia criada por ela (Vygotsky). É um aprendizado para o mundo real e disponibilizar brinquedos que propiciem este jogo simbólico é estimular, inclusive, o desenvolvimento da visão abstrata que promove a relação emocional entre a fantasia e a realidade.

A técnica de montar personagens em papel surgiu desde a criação do papel e permanece até os dias de hoje. É muito difícil não encontrar algum personagem para se montar em qualquer revista infantil.

Assim como eu, minhas filhas quando eram pequenas adoravam brincar com bonecas de papel que trocam de roupa.

Vocês sabiam que esta moda começou como propaganda em 1910 dos grandes estilistas da Europa e virou uma febre? Aqui você pode vestir Marilyn Monroe, Jaqueline Kennedy e Rita Hayworth entre outras.

Para os meninos também sempre houve opções. Meu filho chegou a montar um posto de gasolina todinho em papel que ganhou numa promoção de uma bandeira de combustível.

Hoje há inúmeras opções disponíveis na Web. No site Brinquedos de Papel você vai encontrar mais opções e para os meninos tem uma belíssima cidade de papel com todos os veículos, casas e personagens. É só clicar em  “imagens para imprimir e recortar”.

Se tiver dificuldades para montar tem a opção “instruções”. Tenho certeza que o papai não irá ficar de fora desta brincadeira.

No mesmo site, mais abaixo, você poderá vestir a  Barbie, Cinderela e muitas bonequinhas famosas ou não. É só clicar nas imagens que você será levada a uma página em tamanho aumentado com todas as roupinhas para imprimir e recortar.

Esta é uma ótima opção de brincadeira em que mães e filhas podem brincar juntas.

Se você gostou da sugestão não deixe de entrar nas Categorias localizadas do lado direito do site que vocês encontrarão: Animais, CarrosAviões e outras para imprimir, montar e brincar.

Bom divertimento!

O que fazer com as crianças nas férias escolares?

Quando o período das Férias se aproxima a preocupação dos pais é sempre a mesma:

– O que fazer com os filhos durante o período de recesso? Eis a questão…

Há famílias que programam para que as férias do trabalho coincidam com as férias escolares e então realizam viagens para toda a família.

Há os que viajam ou mandam as crianças para a casa de parentes, e há uma minoria que não interrompe a rotina da criança deixando-as no curso de férias, normalmente, na própria escola.

Porém, a grande maioria deixa os filhos em casa para que possam curtir o espaço que também é deles e que no período de aula, pouco desfrutam.

É muito importante que a criança goste de ficar em casa e que valorize o espaço que também é dela. Ter um cantinho, normalmente o quarto, que seja só dela é fundamental para a construção da sua identidade. No seu espaço a criança terá oportunidade de arrumar seus brinquedos de acordo com a sua concepção de ordem, poderá brincar com os jogos que mais gosta, poderá até ficar sem fazer nada o tempo que quiser. Estes momentos de “liberdade” são fundamentais e é uma fonte incrível de dados para que os pais possam conhecer um pouco mais do seu filho.

Na correria do dia-a-dia onde cada um tem que cumprir seu horário, o entrar e sair de casa é tão rápido que praticamente ninguém observa ninguém.

Perceber como o filho cuida dos brinquedos, se divide os brinquedos com amigos, qual o brinquedo que mais lhe chama a atenção, se consegue brincar sozinho, qual o seu tempo de concentração e outras informações servirão de respaldo para compreender melhor as avaliações que o professor faz durante as reuniões escolares.

A observação é um ato importantíssimo e deve ser exercida sem interrupção da ação observada para que se tenha conhecimento inclusive do desfecho. Mesmo que você presencie uma atitude inaceitável, não interfira de imediato. Observe se a criança chega à conclusão de que sua atitude não é das melhores, e somente então chame-a para a análise e reflexão.

Nós pais, temos a responsabilidade de formar cidadãos e um dos quesitos principais para esta formação é a orientação. É levar a criança a pensar sobre suas atitudes. Fazer com que ela mesma enxergue onde não acertou.

Quando os pais têm esta preocupação em também analisar o filho, o trabalho de parceria entre pais e escola é muito mais intenso e quem sai ganhando é a criança.

Aproveitem as férias para conhecer um pouco mais o seu filho e ajudá-lo na construção da sua identidade.

Feliz retorno às aulas

Hoje todas as escolas estão novamente em atividade. As municipais e estaduais retornaram na semana passada e as particulares voltaram hoje.

Pensando neste retorno o portal Conteúdos Educacionais preparou uma bela atividade envolvendo as disciplinas de História e Geografia podendo trabalhar como tema transversal a Língua Portuguesa e Educação Artística.

Pode ser adaptada à sua realidade escolar a partir do 3º ano do Ensino Fundamental.

Você já tem, inclusive, o Plano de aula prontinho.

Para ter acesso a esta aula e tantas outras basta que você entre neste endereço http://www.conteudoseducacionais.com.br/ se cadastre (é gratuito) e faça o login.

Feito isto é só navegar por todas as opções.

Feliz retorno à todos!