Chuva com raios e trovoadas

A chuva, este ano, não está dando trégua.

Todos os dias, pelo menos aqui em São Paulo e em Indaiatuba, cidade que eu moro, tem chovido muito.

E chuva muito forte, com raios e trovões.

Li que este ano nas regiões centro-oeste, sul e parte do sudeste (o qual estamos incluídos) a quantidade de raios aumentou muito e com este tipo de fenômeno não se brinca.

Há duas semanas tive minha TV e o modem do meu computador queimados por raio. Eles estavam desligados, porém eu não havia tirado o plug da tomada. Agora, antes de sair, tiro todos os eletroeletrônicos da tomada, só deixando a geladeira ligada.

Acho importante compartilhar este ocorrido para que vocês possam orientar seus filhos e or professores orientarem seus alunos sobre alguns cuidados que se deve ter durante o temporal.

Falar ao telefone durante a tempestade deve ser evitado, bem como jogar videogames ou qualquer outra atividade que utilize aparelhos elétricos.

Outra orientação importante é para o caso da pessoa estar na rua no momento da tempestade. Ficar perto de árvores é um perigo, pois elas agem como pára-raios. O melhor a fazer quando estiver na rua é entrar em algum estabelecimento comercial e ficar lá até os raios diminuírem.

Andar de bicicleta ou moto também é muito perigoso, pois o condutor é que age como pára-raio. Então, o melhor a fazer é se abrigar até a chuva passar.

Se as crianças estiverem brincando na piscina quando os raios começarem, tire-os imediatamente, pois segundo Francisco Sevegnani, chefe do Departamento de Física da PUC-SP a pessoa ficando com parte do corpo para fora da água atrai o raio por age como pára-raio além do que, o cloro é condutor de eletricidade, assim sendo, um raio ao cair em qualquer parte da piscina, a descarga elétrica atingirá o nadador.

O mesmo cuidado deve ser tomado em relação ao mar, a areia da praia e aos rios.

Veja a relação abaixo sobre os cuidados em caso de tempestades

O que você deve fazer dentro de casa

  • Não tome banho durante as tempestades.
  • Não use chuveiro ou torneira elétrica.
  • Evite contato com qualquer objeto que possua estrutura metálica, tais como fogões, geladeiras, torneiras, canos, etc.
  • Evite ligar aparelhos e motores elétricos, para não queimar os equipamentos.
  • Afaste-se das tomadas e evite usar o telefone.
  • Desconecte das tomadas os aparelhos e eletrônicos tais como televisão, som, computadores, etc.
  • Permaneça dentro de sua casa até a tempestade terminar.
  • Desligue os fios de antenas dos aparelhos.

O que você deve fazer fora de casa.

Evite contato com cercas de arame, grades, tubos metálicos, linhas telefônicas, de energia elétrica e qualquer objeto ou estrutura metálica.
Afaste-se dos seguintes locais:

  • tratores e outras máquinas agrícolas;
  • motocicletas, bicicletas e carroças;
  • campos abertos pastos, campos de futebol, piscina, lagos, lagoas, praias, árvores
  • isoladas, postes, mastros e locais elevados;
  • permaneça dentro de seu veículo caso o mesmo tenha teto de estrutura metálica.

Estes cuidados preventivos devem fazer parte da orientação de toda família. Com as alterações climáticas que vêm ocorrendo, todo cuidado é pouco.

O melhor a fazer durante a chuva é brincar de STOP, jogos de tabuleiro, Imagem e Ação e tantas outras brincadeiras que além de divertir promove a interação entre o grupo.

 

Praticar esportes: Bom para o físico e bom para a mente

Sabemos que a prática de esporte é um instrumento educacional que propicia o desenvolvimento tanto individual quanto social da criança além de propiciar o desenvolvimento físico-motor.

O esporte, infelizmente, não é utilizado pelas instituições educacionais na proporção que deveria. Através da prática esportiva promovemos a socialização, a rotina, o cumprimento de regras, o respeito, a persistência, o saber competir, o aguardar a sua vez, o romper limites, o saber ganhar, o saber perder e muitos outros quesitos. É uma fonte inesgotável de conceitos éticos e morais tão importantes para a formação do indivíduo.

Quando falo em esporte não estou me referindo somente à Educação Física realizada nas escolas, mas também a uma opção esportiva. O esporte é uma ramificação da Educação Física e deve existir independente dela. O professor de Educação Física deve sim proporcionar o conhecimento de cada esporte para que o indivíduo possa optar, com competência, qual esporte gostaria de praticar. A Educação Física faz parte do currículo escolar e é aplicada no período em que o indivíduo freqüenta as aulas. O esporte deve ser proporcionado pela escola em horário oposto às aulas para que o indivíduo possa frequentar e se dedicar.

O esporte tem a magia de integrar o indivíduo independente da classe social, raça ou religião. Desenvolve no indivíduo a capacidade de trabalhar em grupo, de cumprir horário, de saber ouvir, de conhecer o próprio limite, conhecer o próprio corpo, de admitir que precisa melhorar, respeitar as diferenças e tantos outros aspectos tão difíceis de serem conscientizados, além de evitar o sedentarismo tão comum nos dias de hoje onde o indivíduo passa horas sentado em frente a um computador ou a uma televisão seja assistindo ou jogando videogame.

O esporte deve ser o maior aliado da educação. Juntos promovem o desenvolvimento integral do indivíduo de forma harmoniosa e sadia despertando para a cidadania e assim formando pessoas de bem.

Escola e esporte é a combinação perfeita para uma sociedade mais justa.

O jovem que estuda num período e que pratica esporte no outro, dentro da própria escola, se manterá ocupado com atividades prazerosas e não estará ocioso nas ruas ocupando o seu tempo aprendendo o que não deve.

O esporte sozinho não consegue formar integralmente o indivíduo daí a necessidade da parceria com a educação. Havendo esta parceria o indivíduo será desenvolvido em suas competências cognitivas, sociais, pessoais e produtivas.

Projeto Menina Flor em Indaiatuba

Nesta sexta-feira, dia 25 de novembro, tive o privilégio de estar presente em mais uma finalização de Projeto que teve como pano de fundo o meu livro Menina Flor.

Foi uma manhã deliciosa o qual fui recebida pelos alunos do 3º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Wellington Lombardi Soares,  pela Professora Lúcia Meyer e pela Gestora Claudia de Almeida Maia.

Os alunos iniciaram com esta linda canção:

 

Houve a releitura da história que aborda temas como sustentabilidade, diversidade, valores e construção de identidade.

Também foi realizado um concurso de selos representando a Menina Flor simbolizando a entrega das cartas que recebi sobre a Menina Flor e suas histórias.

Foram premiados, através de votação que envolveu todos os alunos e professores da escola, os três primeiros colocados.

Muitos registros foram realizados. Veja abaixo:

Foi emocionante e inesquecível.

Agradeço de coração estes momentos incríveis que passei junto com todos vocês.

abraços

Cybele Meyer