Professora que faz! #hortasustentavel


 

Vejam que maravilhosa iniciativa da professora Sandra Maria da Silva de Sabobro – Pesqueira – Pernambuco que criou com os alunos uma horta sustentável na Escola Maria Aliete onde cultivam verduras que serão utilizadas na merenda escolar.

Para esta ação eles utilizaram resíduos que poderiam contaminar o meio ambiente como pneus, garrafas pet e outros.

Todos os projetos realizados pela escola são desenvolvidos sem nenhuma ajuda financeira, só com o amor e dedicação dos profissionais que lá atuam.

Vejam o capricho com que tudo é feito. Esta ação contribui, inclusive, para que uma nova realidade seja implantada uma vez que os alunos também fazem suas próprias hortas em suas casas.

Fica aqui o exemplo a ser seguido e compartilhado.

Parabéns, Sandra, pelo belíssimo trabalho!

 

.

.

.
.
.
.
.
.

Meio de transporte = Bicicleta #sustentabilidade

Ter uma bicicleta sempre foi o sonho de qualquer criança. Quantas cartinhas escritas para o Papai-noel tinham como pedido: uma bicicleta.

Sair com a família para andar de bicicleta nas tardes de domingo sempre foi um super programa. Meus filhos amaram quando mudamos de Santos para Indaiatuba, pois podiam ir de bicicleta para a escola. Quando batia o sinal indicando a finalização das aulas era até bonito de ver aqueles estudantes todos voltando para casa de bicicleta.

E o cuidado com a bike? Vivia polida, cheia de adesivos, era um carinho só.

Este amor pela bicicleta foi até cantado na voz de Simone.

Esta paixão pela bicicleta não diminuiu no coração destes jovens enquanto cresciam e hoje vemos que muitos ainda utilizam a bike como seu veículo de locomoção. Isto até que é natural nas cidades de interior, porém li uma notícia que me deixou muito feliz e motivada a escrever este texto. A manchete me despertou curiosidade: Em São Paulo, 70% dos ciclistas usam a bicicleta para trabalhar e a reportagem é o resultado de uma pesquisa realizada no Metrô indicando que os moradores usam a bicicleta como seu meio de transporte e que somente 4% é que usa a bike só para o lazer.

São aproximadamente 214 mil moradores que usam a bicicleta para ir trabalhar todos os dias.

Se forem levadas em conta outras atividades do dia a dia, como ir para a escola, fazer compras ou ir ao dentista, o índice sobe para 96%. Recreação mesmo, como pedalar pelos parques, responde por apenas 4% das viagens.

O melhor disso tudo é que muitos jovens optaram pelo uso das bicicletas por ideologia, ou seja, estão dando seu exemplo e sua contribuição para um trânsito melhor e uma vida sustentável.

Estas ações estão motivando as prefeituras a construírem ciclovias e promoverem ações de incentivo ao uso das bicicletas.

O Rio de Janeiro lançou o Programa “Rio Capital da Bicicleta” que propõe desenvolver ações educativas e implantação de ciclovias. Também está desenvolvendo o projeto educativo “Rio Capital da Bicicleta vai à escola” o qual

fará com que os alunos das escolas da 10ª CRE (Sepetiba, Cosmos, Paciência, Santa Cruz, Guaratiba, Pedra e Ilha de Guaratiba) participem de uma exposição didática, interpretativa e interativa que vai propiciar conhecimento e fomento do uso consciente da bicicleta como um transporte saudável e que não causa poluição do ar.

E você já tentou ir trabalhar de bicicleta?

Pois vale a pena tentar. Além de fazer exercícios e queimar calorias está contribuindo para um Meio Ambiente mais saudável.

Experimente!

Educador Educar – 18ª Edição

Tive oportunidade de participar de algumas edições do Educador-Educar, promovido pelo Futuro Eventos, e posso garantir que é uma experiência incrível. Você, com certeza, sai muito mais enriquecido, entusiasmado e revigorado após passar estes dias “vivendo” educação com aqueles que são um diferencial na área.

Este ano vai acontecer a maior e uma das mais conceituadas programações temáticas já vista não só no nosso país como na América Latina.

Serão dois Congressos e dois Seminários Internacionais, com 120 atividades ao longo dos 4 dias de evento, com 118 profissionais do Brasil e do exterior.

Você pode acessar a programação completa clicando AQUI

Dentre tantos profissionais de destaque e que tanto admiro vou ressaltar Lucy Duró – Pedagoga e Pós-graduada em Medicina do Comportamento pela USP e que abordará como tema de sua palestra “Sustentabilidade e Mudança Real: A Necessidade de Ampliação da Consciência e Responsabilidade Social”.

Este tema sempre me seduz porque entendo que a Educação é o principal veículo para a conscientização do respeito entre as pessoas, e das pessoas para com a Natureza na formação do indivíduo seja ele criança, adolescente ou adulto. Segundo Lucy Duró a Educação é condição primeira para a transformação do homem e a escola tem papel fundamental na formação humana.

Lucy Duró falará sobre a carência de valores e este foco muito me motiva porque estamos sempre presenciando ações e reações sem qualquer respaldo de valores.

A articulação entre sustentabilidade e empreendedorismo na Educação levando os alunos a refletirem sobre todos os problemas socioambientais pelo qual estamos passando também será abordado pela pedagoga em sua Palestra bem como levará todos a refletirem sobre a necessidade de colocar o ser humano em contato com a sua essência investindo na multiplicidade e na diversidade, enfim investindo na formação do indivíduo para que ele se torne mais justo e mais humano.

O artigo “Sustentabilidade e Mudança Real: A Necessidade de Ampliação da Consciência e Responsabilidade Social” escrito por Lucy Duró que leva o título da Palestra pode ser lido na Revista Aprendizagem que tem como tema A educação que forma empreendedores, e também na versão on-line clicando AQUI.

E aproveite para se inscrever no Educador-Educar 2011 e garantir a sua vaga na Palestra de Lucy Duró.

Ação – Danoninho para Plantar

Nesta sexta-feira que passou, dia 28 de janeiro, participei de uma ação sustentável incrível onde tive o privilégio de dar a minha contribuição plantando uma muda que corresponde a restauração de 1m² da Mata Atlântica. Esta iniciativa é da Danone que com o foco nas crianças usa seu produto mais famoso entre os pequeninos: o Danoninho.

Com o slogan Danoninho para Plantar a empresa atua em parceria com o Instituto de Pesquisas Ecologias – IPE e sua meta é a restauração de 100 mil m² de Mata Atlântica além, é claro, de conscientizar as crianças sobre a importância da preservação e do cuidar da Natureza.

Esta Campanha teve início no primeiro semestre de 2010 e o filme abaixo encantou crianças e adultos de todo o país.

Danoninho para Plantar por ketchumdigital no Videolog.tv.

Não só encantou como conscientizou a família inteira despertando conceitos de educação ambiental e atitudes ecológicas dando a todos a oportunidade de colaborar para o reflorestamento da Mata Atlântica.

Personagem importantíssimo nesta ação é o mascote Dino que fez um verdadeiro sucesso no meio da criançada no dia do evento. Ele estava sendo esperado ansiosamente por toda a criançada e quando chegou foi a sensação. Dino, sempre muito comprometido com o tema “cuidar e respeitar a Natureza”, pois a disseminação da educação ambiental de forma lúdica a partir da infância é o principal pilar da iniciativa de Danoninho, fez brincadeiras, fez perguntas sobre o tema e conduziu a meninada para o local onde seria realizado o plantio.

Assim que chegamos ao IPE fomos calorosamente recebidos com um lindo café da manhã ao ar livre com toalha caprichosamente bordada com ipês coloridos e muita coisa gostosa. Em seguida fomos convidados (@cybelemeyer, @thanuci, @diariodoverde e O Eco) para nos interarmos do Projeto e da parceria com o IPE.

Eduardo Ditt – Diretor executivo do Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ) nos explicou que o Instituto desenvolve modelos de sustentabilidade com pesquisas de espécies ameaçadas, educação ambiental, conservação de área e florestas além do envolvimento das comunidades. Explicou que visitam as comunidades que vivem da agricultura e orientam como devem atuar sustentavelmente.

A sede o IPÊ é em Nazaré Paulista – SP e eles atuam também em Ariri-SP, Pontal do Paranapanema – SP, Pantanal – MS, Baixo Rio Negro – AM, Pará – PA e Ilhéus na BA. Todas as iniciativas desenvolvidas pelo IPÊ só são possíveis porque existe um trabalho contínuo de parcerias através da Unidade de Negócios Sustentáveis do IPÊ o qual a Danone é uma das empresas parceiras.

Danoninho para Plantar une o conteúdo nutricional do Danoninho com conceitos de sustentabilidade educando, de maneira interativa, a consciência ecológica dos seus consumidores. O simples ato de plantar a sementinha no potinho vazio de Danoninho e propiciar que a criança acompanhasse todo o desenvolvimento da plantinha proporcionou recorde de acessos ao site do produto fazendo com que recebesse mais de 3 milhões de visitas no período da promoção. Este foi o melhor resultado que se podia esperar, pois comprova o quanto é importante despertar na criança esta consciência.

“O sucesso alcançado com o lançamento de Danoninho para Plantar é motivo de grande satisfação para a Danone. É a tradicional experiência da planta que cresce no potinho contribuindo para despertar a consciência ecológica entre os pequenos consumidores da marca”, destaca André Britto, gerente de marketing da Danone.  “A novidade de Danoninho estimula a interação com a natureza e dissemina valores fundamentais para construção de um mundo mais sustentável”, conclui André.

Vale dizer que a Danone, juntamente a Nutri-Brasil Infância pesquisaram a carência alimentar das crianças brasileiras e mapearam suas necessidades nutricionais desenvolvendo, de acordo com os resultados, a fórmula adequada para o danoninho brasileiro.

A Danone está no Brasil a 40 anos e revolucionou os hábitos de consumo do nosso povo, pois conquistou o paladar dos brasileiros com seus iogurtes e produtos lácteos. Graças ao seu comprometimento hoje a Danone é sinônimo de iogurte, de saúde, de nutrição e de sustentabilidade.

As mudas estão sendo plantadas no entorno do rio Atibainha, na cidade de Nazaré Paulista, São Paulo.

O local é estratégico para a preservação dos recursos hídricos do reservatório do rio e, conseqüentemente, com a qualidade e abundância de água que abastece parte da região metropolitana da cidade de São Paulo. Além de patrocinar o plantio, a Danone é responsável pela manutenção das espécies plantadas por dois anos, até que atinjam a maturidade.

O Educa Já também plantou a sua mudinha e contribuiu com 1m² na Mata Atlântica.

Saibam em primeira mão: Danoninho para Plantar volta ao mercado em março com novidades para os pequenos fãs da natureza. Aguardem!

Para ver as outras fotos do evento clique AQUI

Vamos proteger nossas abelhas #sustentabilidade

Para quem pensa que abelha só faz o mel está muito enganado. Ela é responsável pela polinização de 90% das culturas além de ser um exemplo de organização e de trabalho.

Porém, elas estão morrendo em todo o mundo e a suspeita é de um tipo de agrotóxico chamado “neonicotinóides.” usado nas plantações somado à perda do seu habitat e a algumas doenças provocadas por ácaros varroa. “

Esses parasitas (ácaros varroa) agressivos são responsáveis pela queda de 45% do número de colônias de abelhas cultivadas entre 1987 (quando foram introduzidos nos Estados Unidos) e 2006. As fêmeas adultas de varroa se alimentam da hemolinfa, o sangue das abelhas. Os ácaros também são portadores de viroses e inibem a resposta imunológica dos hospedeiros (Scientific American Brasil)

A França, Itália, Eslovênia, e até a Alemanha, sede do maior produtor do agrotóxico, a Bayer, baniram alguns destes produtos que matam abelhas. Porém, a Bayer continua a exportar o seu veneno para o mundo inteiro.

As abelhas são vitais para a vida na Terra – a cada ano elas polinizam plantas e plantações com um valor estimado em US$40 bilhões, mais de um terço da produção de alimentos em muitos países. Sem ações imediatas para salvar as abelhas, poderíamos acabar sem frutos, legumes, nozes, óleos e algodão.

Nos últimos anos, temos visto um declínio acentuado e preocupante a nível global das populações de abelhas – algumas espécies de abelhas estão extintas e outras chegaram a 4% da população no passado.

Se você se emocionou com este tipo de problema e quer ajudar a convencer a EU e os EUA a não mais usarem estes produtos letais salvando, consequentemente, nossas abelhas e nossos alimentos, assine a petição clicando AQUI

Este movimento é uma iniciativa da Avaaz.org.  A Avaaz é uma rede de campanhas globais de 5,6 milhões de pessoas que se mobiliza para garantir que os valores e visões da sociedade civil global influenciem questões políticas internacionais. (“Avaaz” significa “voz” e “canção” em várias línguas). Membros da Avaaz vivem em todos os países do planeta e a nossa equipe está espalhada em 13 países de 4 continentes, operando em 14 línguas. Saiba mais sobre as campanhas aqui,

Leia mais:

Itália proibe agrotóxicos neonicotinóides associados à morte de abelhas:
http://www.ecodebate.com.br/2008/09/22/italia-proibe-agrotoxicos-neonicotinoides-associados-a-morte-de-abelhas/

O desaparecimento das abelhas melíferas:
http://www.naturoverda.com.br/site/?p=180

Alemanha proíbe oito pesticidas neonicotinóides em razão da morte maciça de abelhas:
http://www.ecodebate.com.br/2008/08/30/alemanha-proibe-oito-pesticidas-neonicotinoides-em-razao-da-morte-macica-de-abelhas/

Campos silenciosos:
http://www2.uol.com.br/sciam/reportagens/campos_silenciosos_imprimir.html

PepsiCo – Gincana Vida Sustentável

Como vocês que acompanham o Educa Já! sabem, SUSTENTABILIDADE é um tema muito falado por aqui. A Educação caminha lado-a-lado com a Sustentabilidade, pois delas dependem o futuro do nosso Planeta.

No Educa Já! disponibilizo vídeos com foco em sustentabilidade para serem trabalhados em sala de aula, compartilho ações desenvolvidas por professores, como é o caso da Sandra  da Escola Maria Aliete- Distrito de Salobro, Pesqueira – PE que incluiu o tema “Sustentabilidade: Ações que muda o ambiente, mude você também nas comemorações do 07 de setembro, sobre o Instituto Estre localizado aqui em Paulínia e tantos outros.

O livro Menina Flor que escrevi e que foi lançado na 21ª Bienal Internacional do Livro em São Paulo trata de ações sustentáveis e de respeito a qualquer ser vivo.

Hoje estou aqui para falar sobre a primeira gincana de sustentabilidade realizada com as operações PepsiCo América do Sul – região que engloba as fábricas de sete países.  A PepsiCo, uma das maiores indústrias do setor alimentício das Américas criou com os seus funcionários uma  Gincana Vida Sustentável.

“A competição, parte do programa Pense Verde, envolveu funcionários de South America Foods (SAF), que deveriam contar suas histórias pessoais de práticas sustentáveis, como num concurso de histórias, com vistas a mostrar que cada pessoa é protagonista de mudanças que podem beneficiar todo o planeta. Cerca de 20 mil funcionários foram convidados a participar – com divulgação por meio de vídeos, banners, wallpapers e descansos de tela – mobilizando a participação direta de quase 3,3 mil colaboradores em SAF.”

Dentre todas as histórias foram escolhidas 10 histórias finalistas o qual o autor fez um vídeo contando suas ações sustentáveis no seu cotidiano e foi elaborado um Quiz para ser respondido após assistir o vídeo e você ainda pode concorrer diariamente a kits de snacks e no final de cada semana você concorre a um Ipod Shuffle. Eu já respondi diversas vezes e continuo respondendo, e mesmo assistindo novamente ao vídeo  ainda consigo aprender algo novo.

Aproveite a assista aos vídeos e vote naqueles que mais lhes pareceu significativo

Saiba um pouco mais sobre a PepsiCo

A PepsiCo foi fundada em 1898 nos Estados Unidos e atualmente é a segunda maior companhia de alimentos e bebidas do mundo, com faturamento em 2009 de US$ 60 bilhões. A companhia emprega mundialmente aproximadamente 300.000 funcionários e seus produtos são comercializados em mais de 190 países. Seus principais negócios incluem: Frito-Lay (snacks), Pepsi-Cola, Gatorade, Tropicana (bebidas) e Quaker (Cereais). Seu portfólio inclui 19 marcas que geram cada US$ 1 bilhão anualmente.

No Brasil desde 1953, a PepsiCo atua no mercado por meio de marcas preferidas e líderes de mercado como Quaker (cereais), Toddy e Toddynho (achocolatados), Coqueiro (pescados), Elma Chips e Lucky (snacks), Gatorade e Propel (bebidas esportivas), Lipton (chá pronto, em parceria com a Unilever), Kero Coco e Trop Coco (água de coco), H2OH!, e Pepsi-Cola (bebidas com gás).

Site oficial da Pepsico: http://www.pepsico.com.br

E suas ações estão cada dia mais sustentáveis?

E você professor está sempre atento para transmitir conceitos e ações sustentáveis para seus alunos?

Se você tem alguma experiência sustentável compartilhe conosco. Iremos adorar!